Sociedade

Página 6 de 50 - Cerca de 500 ensaios
  • A SOCIEDADE PALEOLÍTICA

    A SOCIEDADE PALEOLÍTICA Nesta fase os povos garantiram sua subsistência por meio da caça, da pesca e da coleta de frutos e raízes. Era portanto uma sociedade de caçadores e coletores, que viviam em grupos e dividiam coletivamente os espaços atividades , utilisando objetos produzidos com pedra lascada, ossos e dentes de animais. Os grupos humanos desse período eram nômades, castigados pelas interpéries e pela busca incessante por alimentos. Mas uma conquista fundamental ocorreu há mais de 500 mil

    Palavras: 1219 - Páginas: 5
  • Sociedade cooperativa

    1. I N T R O D U Ç Ã O O presente trabalho é um resumo de uma pesquisa sobre Cooperativa e tem o objetivo de informa sobre as abertura de Associações Cooperativa. 2. C O O P E R A T I V A O Q U E É ? O termo Cooperativa possui várias definições na literatura especializada que variam conforme a época e o viés doutrinário em que foram elaboradas. fica difícil encontrar um conceito que expresse em uma única frase essa multiplicidade. O que se busca é uma aproximação que relaciona os principais

    Palavras: 3046 - Páginas: 13
  • Homem e sociedade

    Pergunta 1 O ser humano pode ser abordado em várias perspectivas (mítica, religiosa, científica, filosófica, científica, do senso comum) porém, nosso foco é próprio ao tratamento científico (antropológico); e isto não quer dizer que este seja superior aos demais modos de ver homens e mulheres, mas, sim, que tem preocupações e encaminhamentos diferentes. Assinale a alternativa concordante a esta afirmação. ← Podem conviver as várias visões do humano, pois todas são culturais e devem

    Palavras: 1291 - Páginas: 6
  • Sociedade feudal

    Sociedade medieval era essencialmente agrícola. Senhorio: Extensão de terra dividida entre reserva senhorial, parcela dos camponeses e terra de uso comum, como pastagens e bosques. O castelo dos senhores feudais era símbolo de poder político e econômico. Localizavam-se nos altos das colinas por motivos de segurança. Corvéia: Terras aonde os camponeses trabalhavam de propriedade do senhor. Tratava-se de uma sociedade essencialmente rural, porém, entre os séculos XI-XIII (idade média

    Palavras: 1368 - Páginas: 6
  • Sociedade tribal

    POVOS INDÍGENAS DO NORDESTE Tupinambás e Tupiniquins Maria Aparecida Batista Oliveira Professor: Tutor Externo Antônio Fernandes do Amaral Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI Licenciatura em História (HID 0204) Práticas Educativas RESUMO Este estudo mostra as características dos povos encontrados pelos europeus no litoral da Bahia, os Tupis das tribos Tupinambás e os Tupiniquins. Assim se explica a existência de maior número de informações sobre eles nas correspondências

    Palavras: 2577 - Páginas: 11
  • A sociedade de consumo

    “A sociedade de consumo” de Jean Baudrillard    Raros são os objetos que hoje se oferecem isolados, sem o contexto de objetos que os exprimam. Transformou-se a relação do consumidor ao objeto: já não se refere a tal objeto na sua utilidade específica, mas ao conjunto de objetos na sua significação total. (BAUDRILLARD 2008:15-16) Nova arte de viver, nova maneira de viver, dizem as publicidades, o ambiente quotidiano que se respira: pode fazer shopping agradável no mesmo local climatizado, comprar

    Palavras: 5477 - Páginas: 22
  • Sociedade do Conhecimento

    Síntese dos Capítulos 1 e 2 do livro Sociedade do conhecimento ou sociedade das ilusões?: quatro ensaios crítico-dialéticos em filosofia da educação e do Capítulo 3 do livro Sobre o Construtivismo, ambos do autor Newton Duarte. Capitulo 1 - “As pedagogias do aprender a aprender e algumas ilusões da assim chamada sociedade do conhecimento” O texto de Newton Duarte traz uma reflexão complexa acerca da educação. Duarte abarca tendências pedagógicas recentes e ele estabelece vínculo entre a pedagogia

    Palavras: 1099 - Páginas: 5
  • Tecnologia e Sociedade

    divisão se deu porque com o desenvolvimento da sociedade industrial e das grandes metrópoles, os trabalhadores deslocaram-se cada vez mais das zonas rurais para residirem nas periferias das grandes cidades. Tendo sidos forçados a deixar a zona rural, a maioria desses trabalhadores também deixava para traz a sua cultura e sua arte (folclore). -Erudita (ou de elite), que era a arte própria dos intelectuais e artistas de classe dominante da sociedade. São as criações complexas e de vanguardas de artistas

    Palavras: 1364 - Páginas: 6
  • Sociedade da borracha

    A Formação e Dinâmica da Sociedade da Borracha no Pará, Ressaltando a Vida e o Trabalho nos Seringais e as Relações Sócio-Econômicas no Interior do Sistema de Aviamento. 1- Um pouco da sua História: Os índios da Amazônia usavam o látex da borracha para diversos fins, principalmente domésticos (vasilhames, sandálias, etc.). As informações sobre as potencialidades da borracha na Europa foram levadas por franceses. Lentamente o látex passou a ser utilizado na Europa em diversas atividades

    Palavras: 1393 - Páginas: 6
  • A sociedade depressiva

    A sociedade depressiva A derrota do sujeito Atingindo no corpo e na alma por esta estranha síndrome em que se misturam a tristeza e a apatia de si mesmo. pg13 O indivíduo depressivo sofre ainda mais com as liberdades conquistados por já não saber como utilizá-las. pg13 Cada paciente é tratado com um ser anônimo, pertencente a uma totalidade orgânica.pg14 Se o ódio pelo outro é, inicialmente o ódio a si mesmo, ele repousa, como todo masoquismo, na negação imaginária da alternidade. pg 16

    Palavras: 1494 - Páginas: 6
Página 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 50