A BRUXA ZELDA E OS 80 DOCINHOS

1551 palavras 7 páginas
A BRUXA ZELDA E OS 80 DOCINHOS

Em Piririca da Serra mora o professor Bóris, e tinha acabado de inventar um gato robô que deveria correr e apitar quando visse um rato, mas estava com defeito e perseguia qualquer coisa, até mosquito.
Nicolino era um jovem assistente e amigo do professor Bóris, o ajudava nas investigações científicas e nas experiências.
O professor na tentativa de consertar o gato robô, alterando sua frequência mental, fazia suas anotações no caderno falando em voz alta, porque tinha mania de falar sozinho.
Ouviu uma voz respondendo para ele se não seria melhor usar uma ratoeira para pegar um rato!
Surpreso viu o Astolfo, um urubu ajudante da bruxa Zelda na janela. A Bruxa usava o Astolfo para espionar as invenções do professor. Havia um boato que o Astolfo era um antigo assistente da bruxa que foi enfeitiçado e transformado em urubu.
O professor espantou o urubu da janela e voltou a escrever as suas anotações quando a campainha tocou...era o carteiro com uma carta de seu primo Ladislau dizendo que encontrara o livro do vovô Petrônio, sumido há muitos anos.
O livro estava no sótão debaixo de uma tábua do chão.
Junto com a carta tinha um manuscrito sobre o elixir da juventude porém ele estava codificado e a chave do segredo estava com o próprio professor. Também enviou uma pílula da felicidade que o primo fabricou em seu laboratório, que fazia parte da receita do elixir.
No rodapé em mínimas letras e envolvido por decorações na folha, estava

Relacionados

  • Simulado saepe
    1642 palavras | 7 páginas
  • Prova
    3137 palavras | 13 páginas
  • questões de língua portuguesa
    2830 palavras | 12 páginas