A ECONOMIA BRASILEIRA A PARTIR DE 1985

1662 palavras 7 páginas
A ECONOMIA BRASILEIRA A PARTIR DE 1985

Do fim do regime ditatorial até os primeiros anos da década de 1990, o país enfrentava uma ciranda financeira e o aumento dos índices de inflação. Ao receberem seus salários, os trabalhadores corriam aos supermercados porque seu poder de compra se reduziu de maneira acelerada, e deixar para fazer as compras 15 dias depois significava uma redução de até 40% em seu poder aquisitivo. Assim, as famílias e os empresários tinham grande dificuldade de planejar suas ações futuras e a renda se concentrava acelerada.
O PLANO CRUZADO
Tancredo Neves, eleito indiretamente em 1985, não chegou a ser empossado porque faleceu. Nessa eleição, os eleitores foram os parlamentares - deputados federais e senadores
…exibir mais conteúdo…
Em 2008, sua participação mundial era de apenas 1,2% nas exportações e 1,1% nas importações, enquanto a participação dos Estados Unidos, por exemplo, era de 8,1% e 13,2%.
O PLANO REAL Com a renúncia de Fernando Collor, seu vice-presidente Itamar Franco, assumiu o comando do governo brasileiro por pouco mais de dois anos - de outubro de 1992 até o final de 1994. O Plano Real, que permitiu controlar a inflação depois de sete pacotes malsucedidos, foi lançado em março de 1994 e se baseava na paridade entre a nova moeda, o real, e o dólar. a lógica desse plano, à medida que se consolidasse a estabilização da moeda e o Congresso Nacional aprovasse as reformas estruturais necessárias ao controle do déficit público haveria maior ingresso de capitais produtivos e o Banco Central poderia reduzir as taxas de juros sem comprometer o desenvolvimento econômico. Antes da substituição do cruzeiro real pelo real, foi criada a Unidade Real de Valor (URV), cuja cotação diária acompanharia a cotação da moeda norte-americana. Na prática, a inflação em cruzeiro real era a inflação brasileira, mas a população não deveria aceitar aumento de preços em URVs, porque isso significaria inflação em dólar, que nos Estados Unidos era inferior a 5% ao ano. Depois de três meses, quando considerou aceitáveis os índices de inflação em URV,

Relacionados

  • Trabalho de geografia
    1482 palavras | 6 páginas
  • Economia Brasileira - Plano Cruzado, Plano Collor e Plano Real
    3413 palavras | 14 páginas
  • A economia brasileira na década de 80: consequências da crise da dívida externa, inflação e crise do estado
    4104 palavras | 17 páginas
  • agronegocio na regiao sul
    2741 palavras | 11 páginas
  • Resenha livro "Política externa brasileira (1889-2002)”, Leticia Pinheiro.
    2160 palavras | 9 páginas
  • Fases da industrialização brasileira
    2391 palavras | 10 páginas
  • A estrutura fundiária do Espírito Santo de 1970 a 2006
    6459 palavras | 26 páginas
  • A economia brasileira de 1985-1992
    2429 palavras | 10 páginas
  • Questoes
    2308 palavras | 10 páginas
  • A ópera dos três cruzados (1985 – 1989)
    7171 palavras | 29 páginas