A Invenção da Razão, em Uma História da Razão: Entrevistas com Émile Noël

763 palavras 4 páginas
CHÂTELET, François, A Invenção da Razão, em Uma História da Razão: Entrevistas com Émile Noël, trad. Lucy Magalhães, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editora, 1994, pp 15-33.
François Châtelet foi um historiador da Filosofia, filósofo político e professor francês. Considerado como um filósofo aberto ao seu tempo, Châtelet se insere na grande tradição de Sócrates, de quem traça um retrato fascinante em seu livro Platon. Após a graduação, é aprovado em concurso público (1948), tornando-se professor em Oran e Tunis. De volta a Paris, é nomeado professor nos liceus Saint-Louis e Louis-le-Grand.
No século V, antes do Cristo, a Grécia estava dividida em muitas micro-cidades, sendo Esparta a maior delas, em extensão. Todas as cidades compartilhavam os mesmos deuses, idiomas e traços culturais, embora guerreassem entre si; contudo, a ameaça de invasões bárbaras, pesado constantemente sobre tais cidades. No século VI, todas essas cidades são varridas por um vento de renovação. Isso vale principalmente para Atenas, onde alguns homens inventaram o que foi chamado de “democracia”.
A palavra “democracia” se definiu pela igualdade. Todas as pessoas, não importando cor, raça, gênero ou parentesco tem o mesmo direito e são iguais perante a lei. Essa mudança foi muito impactante, pois antes as decisões eram geralmente tomadas em segredo pelos aristocratas e a partir disso houve mudanças nessa situação. Havia uma diferença muito grande entre a cidade de Atenas, onde as pessoas eram ensinadas a

Relacionados

  • razão e função da hermeneutica juridica
    3583 palavras | 15 páginas
  • Filosofia da religião e deus e a razão
    1736 palavras | 7 páginas
  • Cosmologia egípcia: a razão a serviço da religião
    1015 palavras | 4 páginas
  • Resenha: O triunfo da razão sobre a corporeidade: a vitalidade do conceito
    930 palavras | 4 páginas
  • Síntese a Crítica da Razão Tupiniquim
    1700 palavras | 7 páginas
  • Resumo as verdades da razão
    492 palavras | 2 páginas
  • Razão e Experiência. As bases da ciência moderna.
    761 palavras | 4 páginas
  • A Razão e a Alma como Fomentadores da Ação em Sociedade.
    10380 palavras | 42 páginas