A PERSPECTIVA SÓCIO-CONSTRUTIVISTA NA PSICOLOGIA E NA EDUCAÇÃO: O BRINCAR NA PRÉ-ESCOLA

2931 palavras 12 páginas
.DEMO, Pedro. Professor do futuro e reconstruo do conhecimento. Rio de Janeiro. Vozes, 2004. Cuidar da aprendizagem Professor no quem d aula. Dar aula tomou-se expresso vulgar para mera reproduo de conhecimento, reduzindo-se a procedimento transmissivo de carter instrucionista. Embora aula no precise ser rebaixada a s isso, carrega o estigma secular de repasse reprodutivo de conhecimento alheio. Se for para apenas reproduzir conhecimento, temos hoje meios mais interessantes disponveis, como a parafernlia eletrnica, que tem a vantagem de poder ser ao vivo e em cores, com efeitos especiais, conduzida por gente bonita e jovem. Por isso, fundamental redefinir o professor como quem cuida da aprendizagem dos alunos, tomando o termo cuidar em …exibir mais conteúdo…
Segundo as melhores teorias hoje disponveis, aprendizagem processo reconstrutivo, tipicamente de dentro para fora, como se sugere em argumentaes de fundo biolgico. Maturana (2001) emprega o conceito de autopoiese, para designar a propriedade de todo ser vivo de autoformao e auto-organizao, no sentido de captar a realidade externa de maneira interpretativa prpria. Como somos seres auto-referentes, temos da realidade externa viso reconstruda, no cpia reproduzida (Capra, 2002). Malurana chama a isso de ponto de vista do observador, para designar, no que o mundo externo necessite ser observado para existir, mas que, no havendo acesso direto, s podemos ter do mundo externo viso reconstruda a partir de dentro, de teor hermenutico-interpretativo. No alcanamos distinguir claramente entre alucinao e realidade, porque, sendo seres auto-referentes, a realidade fora de ns s entra em ns, se a reconstrumos a partir de dentro. Se reunimos dez pessoas em torno de uma mesa redonda e contarmos para a nmero 1 uma histria, que ser contada para a nmero 2, at a nmero 10, veremos que a histria pode chegar bastante amarrotada e por vezes irreconhecvel. Ocorre que, a rigor, no podemos contar uma histria em sentido reprodutivo. Quando contamos uma histria, entramos dentro dela de maneira reconstrutiva, tornando-se o ponto de vista do observador decisivo e integrante, Maturana concebe a autopoiese de maneira fechada (chama de fechamento estrutural), exacerbando a marca

Relacionados

  • Portfólio: psicologia da aprendizagem e a pedagogia
    4044 palavras | 17 páginas
  • O lúdico na educação infantil
    7708 palavras | 31 páginas
  • Psicologia
    7491 palavras | 30 páginas
  • Jogos didáticos na área de matemática: aprimorando o ensino- aprendizagem dos educados
    5877 palavras | 24 páginas
  • As contribuições da educação física no desenvolvimento sócio-afetivo, cognitivo e psicomotor de crianças do ensino infantil
    15278 palavras | 62 páginas
  • Jogos e a construção do conhecimento matemático
    6516 palavras | 27 páginas
  • Diario de bordo pedagogia
    19062 palavras | 77 páginas
  • Dinamica de grupos
    9309 palavras | 38 páginas
  • A IMPORTÂNCIA DOS HÁBITOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
    12777 palavras | 52 páginas
  • LINGUA BRASILEIRA DE SINAIS
    19631 palavras | 79 páginas