A PSICOLOGIA DO TESTEMUNHO

2028 palavras 9 páginas
A PSICOLOGIA DO TESTEMUNHO E OS PROCESSOS PSÍQUICOS
Profª Elenir EscopelliAluno: Paola Thaís Venâncio
Curso: Direito - 2° semestre
Introdução
A Psicologia do Testemunho é um segmento da Psicologia Forense (ou Judiciária) Experimental, consiste na aplicação dos conhecimentos psicológicos ao serviço do Direito, dedica-se à proteção da sociedade e à defesa dos direitos do cidadão, através da perspectiva psicológica, é também o estudo do comportamento criminoso, o seu objetivo é trabalhar na averiguação da verdade, do erro e da mentira no cenário judicial.
O testemunho de uma pessoa será observado a partir de três diretrizes, percepção, memória e expressão do fato, a seguir serão analisados os principais fatores que afetam esses processos psíquicos, e consequentemente a qualidade do testemunho.
Testemunha
Cabe salientar o conceito de testemunha para melhor entendimento do trabalho apresentado.
Testemunha é uma pessoa estranha ao feito, pessoa física dotada de capacidade que pode depor desde que não seja: incapaz, impedida ou suspeita, pois é uma pessoa distinta dos sujeitos processuais que, convidada na forma da lei, por partes, depõe sobre este em juízo, para atestar sua existência.
As testemunhas subdividem em: instrumentárias e judiciais. As primeiras são aquelas que participam da formação dos atos jurídicos, colaborando para formação do instrumento documental o que constitui prova documental pré-constituída, como por exemplo, as testemunhas de um contrato,

Relacionados

  • resumo psicologia jurídica no brasil e na América latina
    1364 palavras | 6 páginas
  • resumo base para psicologia de testemunho
    2761 palavras | 12 páginas
  • ATIVIDADE ESTRUTURADA
    1571 palavras | 7 páginas
  • Qestionário de psicologia jurídica
    968 palavras | 4 páginas
  • A interdisciplinaridade do direito, serviço social e da psicologia no ambito da defensoria pública
    3853 palavras | 16 páginas
  • Hugo munsterberg
    862 palavras | 4 páginas
  • Historiador mestre de verdade
    1523 palavras | 7 páginas
  • História da psicologia: Idade Antiga e Média
    1067 palavras | 5 páginas