A atual crise econômica mundial e a economia brasileira

3513 palavras 15 páginas
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ARACAÚ – UVA
CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADA - CCSA

A ATUAL CRISE ECONÔMICA MUNDIAL E A ECONOMIA BRASILEIRA

Risoneide Aguiar Melo

SOBRAL-CE
2010

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. CAUSAS DA CRISE ECONÔMICA MUNDIAL 3. ABRANGÊNCIA DA CRISE DE 2008 4. PRINCIPAIS MEDIDAS DE COMBATE DA CRISE ATUAL 5. IMPACTOS E SUAS PROVÁVEIS CONSEQUÊNCIAS PARA A ECONOMIA MUNDIAL E BRASILEIRA 5.1. A Crise Econômica Mundial 5.2. Impactos e Consequências da Atual Crise na Economia do Brasil 6. CONCLUSÃO 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. INTRODUÇÃO

Compreendemos economia como um conjunto de atividades econômicas desenvolvidas em todo o mundo. A forma de ganhar dinheiro, de obter rendimentos, de gastá-los ou poupá-los para obter riqueza depende de como o dinheiro é ganho, gasto e poupado no restante dos países.
A administração dos bens particulares e públicos é essencial para que a humanidade possa viver uma estabilidade econômica. Sabemos que o ser humano precisa fazer parte da lógica do mercado, ou seja, o mercado produz e oferta e a população consome o bem produzido. Quando há um desequilíbrio neste vender e consumir, somos atacados por um momento de instabilidade que chamamos de crise econômica. Por isso é importante que se tenha um bom planejamento por parte das famílias e das empresas, pois a falta de organização, do controle dos rendimentos e gastos pode acarretar problemas, que gera crises como a de 1929 e de

Relacionados

  • Resumo - a crise mundial do capitalismo
    1424 palavras | 6 páginas
  • A economia brasileira nas últimas três décadas
    3350 palavras | 14 páginas
  • Kleber
    2371 palavras | 10 páginas
  • Atividade II Trimestre Globaliza O
    4388 palavras | 18 páginas
  • Noções de gestão empresarial
    1692 palavras | 7 páginas
  • Perguntas - macroeconomia
    1415 palavras | 6 páginas
  • Administração unopar - introdução à economia
    1771 palavras | 8 páginas
  • Os reflexos da Crise de 1929 na economia e na política do Brasil
    1837 palavras | 8 páginas