A brincadeira como experiência de cultura na educação infantil

2570 palavras 11 páginas
A BRINCADEIRA COMO EXPERIÊNCIA DE CULTURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL¹

INTRODUÇÃO

É notório que a abordagem de atividades que envolvam brincadeiras no dia-a-dia escolar são práticas construtivas e que se constituem por uma diversidade de aplicações, uma vez que podem ser trabalhados tanto no ambiente escolar quanto em outros espaços urbanos em que a criança interage. Como mesmo salienta Fernandes (2002) cujo texto fora extraído do Caderno Pedagógico 01, o conteúdo elaborado a partir de brincadeiras além de dotar-se de uma infinidade de sentidos e significados construídos e/ou reconstruídos é um conhecimento histórico, que a humanidade vem produzindo ao longo dos anos. Nessa perspectiva, sabe-se, que por serem sujeitos detentores de direitos, os educandos, independente de classe social, raça, opção sexual, religiosa têm direito de se beneficiarem desse conhecimento e a escola tem que promover meios para que tal aprendizado aconteça de forma sistêmica e dinâmica. Nesse sentido, o presente estudo tem o escopo de levantar alguns questionamentos sobre até que ponto essa prática educativa surge para contribuir no processo de ensino-aprendizagem ou se as mesmas, como mesmo aponta Fernandes (2002) estão “repletas de aspectos discriminatórios e excludentes em sua dinâmica/estrutura interna na forma de gênero, classe social, aptidão, dentre outros fatores que impregnaram/impregnam os jogos e brincadeiras como construção humana“ (CADERNO PEDAGÓGICO 01). Mas, o eixo principal

Relacionados

  • Jogos, brinquedo e brincadeira
    4180 palavras | 17 páginas
  • A importancia do brincar na educação infantil
    2457 palavras | 10 páginas
  • jogos, brinquedos e brincadeiras
    5427 palavras | 22 páginas
  • PROJETO DE PESQUISA -A Importância dos Jogos e Brincadeiras na Educação Infantil
    3807 palavras | 16 páginas
  • A IMPORTÂNCIA DO BASQUETE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
    5110 palavras | 21 páginas
  • Tcc pós graduação de pedagogia
    9194 palavras | 37 páginas