A contabilidade como factor sistémico e instrumento de gestão nas instituições financeiras bancárias

11228 palavras 45 páginas
INTRODUÇÃO

A Evolução da Normalização Contabilística para as Instituições Financeiras assenta-se na sua subordinação aos objectivos que se pretendem alcançar na globalidade do Sistema Financeiro Angolano.

Como consequência, as instituições de supervisão bancária em Angola exararam um conjunto de normativos contabilísticos aplicáveis às instituições financeiras, assunto que abordaremos com maior profundidade adiante.

O presente trabalho, compreende (4) quatro capítulos, assim distribuídos:

No primeiro Capitulo: faz-se uma abordagem histórica da banca nacional. A estrutura do Sistema Financeiro Nacional é objecto de um estudo profundo.

No segundo Capitulo: definimos as base em que se assentam a Contabilidade como elemento sistémico nas instituições financeiras bancárias.

Terceiro Capitulo: é analisada a importância da contabilidade como elemento de informação e instrumento de gestão nas instituições bancárias no âmbito do novo plano contabilístico das instituições financeiras. Analisamos também, a contribuição dos vários indicadores na análise económico e financeira das instituições bancárias.

Quarto capítulo: faz-se um estudo de caso das questões abordadas nos capítulos anteriores. Para esse trabalho estudamos o Banco de Negócios Internacional.

Formulação do Problema.

Como a Contabilidade desempenha o papel de elo de ligação entre os vários elementos que envolvem o sistema que são as instituições financeiras bancárias e qual é o seu contributo na

Relacionados

  • Risco Financeiro
    18748 palavras | 75 páginas