A ecologia de marx

4211 palavras 17 páginas
INTRODUÇÃO

Karl Marx foi um filósofo alemão que deu origem aos conceitos de Marxismo, mais-valia, proletariado, dentre vários outros. Marx viveu a maior parte de sua vida na Inglaterra estudando o proletariado e como o se dá sua relação com o sistema de produção capitalista. Através da compreensão dessa complexa relação Marx pode compreender a troca que ocorre entre o trabalhador e capitalista e entre o trabalhador e a natureza. Em nosso trabalho, utilizamos principalmente os estudos do grande estudioso da Ecologia de Marx John Bellamy Foster em seu livro “A Ecologia de Marx: materialismo e natureza”. Foster, em sua análise, busca dados sólidos em grandes cientistas da época de Marx como Charles Darwin e Justus Von Liebeg ambos
…exibir mais conteúdo…
O Capitalismo hoje é muito forte e cresce a cada dia, porque isso nada mais é do que uma empresa comprar a mão de obra de pessoas para produzir ou vender bens no mercado, permitindo assim, que ele recupere o capital que foi investido e ainda tenha um grande lucro sobre esse investimento feito. A divisão técnica de trabalho também é um modo bem claro de enxergar o capitalismo. As empresas sejam elas grandes ou micro – empresas procuram especializar o trabalhador em tarefas mais segmentadas, ou seja, dividir as tarefas para proporcionar um aumento de produção e de lucro. A evolução do capitalismo industrial foi em grande parte, consequência do crescimento tecnológico, que fez com que muita coisa ou praticamente tudo se transformasse, fazendo com que todos nós, estudantes ou trabalhadores tivessem que nos adequar e acompanhar esse sistema. Isso foi, e ainda é algo muito bom, pois através do capitalismo o mundo se abriu para grandes conquistas, como a descoberta da eletricidade e do petróleo; os sistemas de transporte e comunicação tiveram uma grande melhoria; foram introduzidos novos métodos de organização de trabalho e de administração de empresas e aperfeiçoamento na técnica contábil. Mas, por outro lado, o capitalismo prejudicou, porque com o avanço tecnológico, o crescimento das indústrias e o desenvolvimento das pessoas, o Planeta foi

Relacionados

  • Fichamento do livro o que é ecologia
    1527 palavras | 7 páginas
  • Ecologia
    2551 palavras | 11 páginas
  • O massacre da Natureza
    2027 palavras | 9 páginas
  • COMUNIDADE, SOCIEDADE E SOCIABILIDADE FERDINAND TONNIES
    4180 palavras | 17 páginas
  • Por uma geografia nova - resenha por uma geografia nova. milton santos, ed. hucitec, são paulo, 1996, 4ª edição.
    1460 palavras | 6 páginas
  • Responsabilidade ecológica
    3250 palavras | 14 páginas
  • Conflitos ambientais e sustentabilidade no açude epitacio pessoa, boqueirão - pb
    4046 palavras | 17 páginas
  • RESENHA CRÍTICA DA OBRA DESENHO AMBIENTAL (MARIA ASSUNÇÃO RIBEIRO FRANCO)
    1530 palavras | 7 páginas