A entrevista Fenomenológica e o estudo da experiência consciente

10562 palavras 43 páginas
Psicologia USP versão impressa ISSN 0103-6564
Psicol. USP v. 8 n. 2 São Paulo 1997 http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65641997000200015 A ENTREVISTA FENOMENOLÓGICA E O ESTUDO DA EXPERIÊNCIA
CONSCIENTE1
William B. Gomes
Instituto de Psicologia
Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Uma maneira de estudar a experiência consciente é através de entrevistas. Há muitos modos de se entrevistar uma pessoa. Uma possibilidade é através de um roteiro flexível e aberto aos diferentes modos de reação do entrevistado. As entrevistas são gravadas em audioteipe, transcritas e estudadas em uma forma sistêmica e sistemática, através de três passos reflexivos: descrição fenomenológica, redução fenomenológica e interpretação fenomenológica.
…exibir mais conteúdo…
e 4) quais as implicações desta concepção sobre experiência consciente na teoria, pesquisa e aplicação em psicologia?
O texto é propositadamente escrito em um formato circular. Apresenta-se um conjunto de conceitos que se ampliam e se esclarecem no decorrer da leitura.

O que é experiência consciente?
A experiência é, para Kant (1781/1978), o ponto de início e de validação do conhecimento. Assim, não é possível conhecer nada que não se ache dentro da experiência e o conhecimento será sempre o conhecimento do mundo da aparência. A experiência é, para Hegel (1810/1992), um movimento dialético que conduz a consciência até si mesma, explicitando-se a si mesma como objeto próprio.
O conteúdo da consciência é o real. A mais imediata consciência de tal conteúdo é a experiência. A experiência é o modo como aparece o sujeito e o objeto (o Ser para Hegel). Este modo de aparecimento, enquanto processo ou constituição, é a formação da consciência. A noção de experiência não pode ser reduzida à experiência interior subjetiva, nem à experiência exterior objetiva. Trata-se de uma experiência absoluta, na qual o interior e o exterior apresentam-se imbricados um no outro.
A experiência consciente foi o foco de atenção das primeiras proposições teóricas da psicologia dos fins do século XIX. Wundt escolheu a experiência da consciência imediata como objeto de sua psicologia experimental. Brentano destacou a experiência da direcionalidade da consciência

Relacionados

  • A clinica fenomenologica-existencial e a ação terapêutica numa perspectiva histórica
    5253 palavras | 22 páginas
  • Resenha ATKINSON. R.L. Introdução à Psicologia. Porto Alegre: ARTMED, 1995. CAP. 1
    1351 palavras | 6 páginas
  • relatorio
    4328 palavras | 18 páginas
  • ABORDAGEM CENTRADA NA PESSOA: O DESABROCHAR DE PSICOTERAPEUTAS
    4931 palavras | 20 páginas
  • Aprendizagem da atenção cognição inventiva
    7646 palavras | 31 páginas
  • observacao e estudo de doencas mentais
    2956 palavras | 12 páginas
  • Seminário jean-paul sartre
    4586 palavras | 19 páginas
  • Dinâmica de grupo e relações humanas
    6065 palavras | 25 páginas
  • O EXISTENCIALISMO DE JEAN PAUL SARTRE: DO APARATO CONCEITUAL-FILOSÓFICO À IMPORTÂNCIA PARA A ABORDAGEM NA PSICOLOGIA
    7551 palavras | 31 páginas
  • A interdisciplinaridade entre as áreas de serviço social e psicologia social nos cras-centro de referência da assistência socia do município de barretos-sp
    4898 palavras | 20 páginas