A face oculta da Caridade

7892 palavras 32 páginas
Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação

A FACE OCULTA DA CARIDADE: 1 linhas de força e de fratura no discurso midiático do bem
Luciane Lucas2
Tânia Hoff

3

Resumo: Discutindo o conceito de cidadania e sua apropriação pela mídia como algo a ser ‘oferecido’ às minorias, este artigo analisa não só as condições materiais e simbólicas que envolvem a comunicação baseada na discursificação do bem, mas também as condições de legitimação do poder pelo uso abusivo do conceito de cidadania e a possibilidade política de um discurso de ruptura. Considerando a noção foucaultiana de linhas de força, discutimos como o uso midiático do termo cidadania pode resvalar, paradoxalmente, para a construção de representações sociais inadequadas e para o fenômeno social da humilhação, à medida que a autonomia das minorias é progressivamente minada por um discurso de docilização, que congela a alteridade na posição permanente de devedor.
Discutimos ainda a possibilidade de uma comunicação contra-hegemônica, comprometida com o empoderamento de minorias e com o sentido arendtiano de cidadania, calcado nas condições políticas de ação e palavra.
Palavras-chave: 1. empoderamento discursivo 2. humilhação social 3. cidadania

1. A outra face do ‘dom’ e a humilhação social por trás da discursificação do bem
O termo cidadania tem sido permanentemente empregado na mídia – e, na seqüência, banalizado em formas múltiplas de comunicação – como se encerrasse

Relacionados

  • Contra Razoes em face da Unimed
    1476 palavras | 6 páginas
  • RESUMO DO LIVRO A FACE OCULTA
    847 palavras | 4 páginas
  • Formação da face
    2838 palavras | 12 páginas
  • Musculos da face e suas funções
    3432 palavras | 14 páginas
  • Músculos da face
    2270 palavras | 10 páginas
  • FORMAÇÃO DA FACE
    1573 palavras | 7 páginas
  • A face repugnante das empresas
    5339 palavras | 22 páginas
  • A face oculta da escola
    891 palavras | 4 páginas