A logistica reversa e o comércio eletrônico - estudo de caso da loja submarino

3007 palavras 13 páginas
FACULDADE ESTÁCIO FIC DO CEARÁ
Curso: MBA em Administração Estratégica
Disciplina: Logística Empresarial
Professor: Guilherme Albuquerque

A LOGISTICA REVERSA E O COMÉRCIO ELETRÔNICO
Estudo de caso da loja Submarino

Aluna: Sabrina Morais

Junho /2012
Fortaleza – Ceará
RESUMO
O comércio eletrônico teve seu inicio no início dos anos 70 com inovações, como a transferência eletrônica de fundos. Este setor atualmente se mostra como um dos mais promissores da sociedade atual. A real expansão desse tipo de comércio só aconteceu a partir da comercialização da Internet e do surgimento da Web no início dos anos 90. Muita coisa aconteceu desde que as primeiras lojas se aventuraram a realizar
…exibir mais conteúdo…
Onde, por muitas vezes, existe uma maior interação entre o consumidor final e suas expectativas e o vendedor;
- Dados: o gerenciamento de informações contido neste comércio permite que se criem e mantenham bases de dados necessárias para fornecer informações de diversos tipos aos clientes; e em segundo, um site de comércio eletrônico permite que se levantem informações sobre os usuários, à medida que vão navegando pelo site. Uma forma de se fazer isso é a implantação de cookies;
- Segurança: Essa característica é uma das mais importantes deste tipo de comércio, pois é uns atrativos para alguns e para outros motivo de receio na compra. Atualmente em site confiáveis existem mecanismos de segurança que autenticam a fonte de informação e garantem a integridade e a privacidade na troca de informações.
Os negócios ligados ao E-commerce possuem cinco tipos de designação sendo: EDI - Electronic Data Interchange (especialmente popular nas transações entre grandes empresas), B2B - Business too Business (as empresas fornecedoras desenvolvem sites na internet, através dos quais as empresas-clientes podem obter e trocar informações com os fornecedores, como também adquirir os produtos), B2C - Busines too Consummer ( que se dirigem aos consumidores), C2B - Consumer-to-Business (consumidores oferecem às empresas produtos e serviços) e C2C- Consumer-to-Consumerm (consumidores negociam com consumidores, sem que haja empresas diretamente

Relacionados

  • A logística na internet: um estudo de caso na b2w
    12501 palavras | 51 páginas
  • Estudo de caso kalunga
    8801 palavras | 36 páginas