A passagem do mito à filosofia

372 palavras 2 páginas
A passagem do mito à filosofia

Há grandes diferenças entre o pensamento mítico e o pensamento filosófico em seu surgimento, principalmente no sentido do que poderíamos identificar como um novo olhar, um “olhar filosófico” dentro da cultura grega que surge com uma tendência a se desmistificar os mistérios, racionalizar o que facilmente se aceitava da tradição e que buscou, acima de tudo pela percepção sensorial com a aplicação da razão, da physis sobre a physis, ou seja, do homem sobre a composição de tudo o que há incluindo ele próprio, uma busca pela arché, pelo princípio.
Contudo, a que se deve tal tendência senão pela própria necessidade de se constituir uma cosmologia, algo que não fosse cosmogônico, mas, que o substituísse? Poderíamos estabelecer, ao menos de forma análoga, uma ligação entre este momento e a tradição cosmogônica, ou seja, uma necessidade de se explicar a constituição do que há, entender como se deu a ordem do kosmos, mas, a necessidade agora é a eliminação dos mistérios e a necessidade de ser tal explicação possível em termos racionais. No entanto, não podemos supor que toda a construção foi isenta de “conceitos” da tradição mítica, o próprio princípio, arché, mantém características análogas às “divinas”.
Com Anaximandro podemos perceber tais semelhanças: o apeíron que é ilimitado é regido por uma Justiça, dike e ao passo que, do apeíron surgem por segregação e diferenciação os pares de opostos, que se separando e se juntando formam tudo o que

Relacionados

  • Questões sobre mito, místico, filosofia e sociologia
    4997 palavras | 20 páginas
  • Filosofia pré socrática texto: a dança do universo: dos mitos da criação ao big bang - marcelo gleiser
    459 palavras | 2 páginas
  • Mito x filosofia
    894 palavras | 4 páginas
  • Atividades de filosofia- do mito à filosofia
    3280 palavras | 14 páginas
  • Senso comum, mito e filosofia
    3325 palavras | 14 páginas
  • Mito, filosofia e ciência
    1201 palavras | 5 páginas
  • Jean-pierre vernant - do mito à razão
    5260 palavras | 22 páginas
  • O que é filosofia - senso comum - ideologia - mito -ciencia e filosofia
    2980 palavras | 12 páginas
  • Resumo mito e filosofia
    240 palavras | 2 páginas
  • Mito do progresso
    2005 palavras | 9 páginas