A patologização da normalidade

6636 palavras 27 páginas
A patologização da normalidade1

The pathologization of normality
Paulo Roberto Ceccarelli

Ao ser convidado para fazer uma conferência no XVIII Congresso do Círculo Brasileiro de Psicanálise, pensei que seria uma boa ocasião para discutir com os colegas algumas questões que venho me colocando já há algum tempo a respeito do que chamei, para situar minha intervenção, de patologização da normalidade.
Entendo por patologização da normalidade toda forma discursiva geradora de regras sociais e normas de conduta que são utilizadas para classificar, etiquetar e às vezes punir. Regras que determinam como os sujeitos devem proceder a partir de parâmetros que, na maioria das vezes, não levam em conta a particularidade da dinâmica pulsional do sujeito em questão. Pergunto-me, ainda, qual a nossa participação, como psicanalistas, nesse processo que pode estar conduzindo a uma patologização da existência.

1 Conferência de abertura pronunciada no XVIII Congresso do Círculo Brasileiro de Psicanálise. Rio de Janeiro, 20 de maio de 2010.

Nunca é demais lembrar que o termo psico-pato-logia traduz um discurso, um saber (logos) sobre as paixões, a passividade
(pathos) da mente, da alma (psiquê). Tratase, pois, de um discurso representativo a respeito do sofrimento psíquico; sobre o padecer psíquico.
Sendo o tema deste congresso A Psicopatia da Vida Cotidiana, seria interessante pensar quais os caminhos do pathos na atualidade que têm feito com que as paixões

Relacionados

  • Diluição, Neutralização, Normalidade, Titulação e Mistura de soluções
    1499 palavras | 6 páginas
  • Psicologia nas organizações - mudança de ênfase: dos atípicos para a normalidade.
    1691 palavras | 7 páginas
  • Saúde ou doença mental a questão da normalidade
    3973 palavras | 16 páginas
  • A gênese da homossexualidade na perspectiva da psicanálise freudiana
    2106 palavras | 9 páginas
  • ANÁLISE ESTATÍSTICA DESCRITIVA BÁSICA E TESTE DE NORMALIDADE DE KOLMOGOROV-SMIRNOV
    872 palavras | 4 páginas
  • Psicologia da Educação
    854 palavras | 4 páginas
  • Competências das famílias
    2139 palavras | 9 páginas
  • Exercicios resolvidos da historia da fisioterapia
    772 palavras | 4 páginas
  • Nascimento da Criminologia
    2394 palavras | 10 páginas
  • Desafios da adolescencia
    3886 palavras | 16 páginas