A química dos corantes

3609 palavras 15 páginas
Química Geral e Inorgânica
A química dos corantes

Resumo
A mais de 20 mil anos o homem utiliza cores, desde as primeiras pinturas rupestres da Era Glacial, passando pelos egípcios e romanos e chegando aos dias atuais nas mais diversas aplicações. O corante quando adicionado a outra substância altera a cor desta. Eles são concentrados, encontrados em pó ou líquido e solúveis em água, o que os difere do pigmento. Sua cor está relacionada com a quantidade de absorção de radiação eletromagnética na faixa de luz visível, assim como o comprimento de onda e frequência também influenciam. A luz observada é complementar a absorvida. Apenas compostos com ligações duplas conjugadas são capazes de absorvê-la, por isso um aspecto comum na
…exibir mais conteúdo…
5 Histórico 7 Classificação e exemplos 8 Utilização 9 Perspectivas Futuras e Atualidades 12 Urucum 12 Corantes da Coca-Cola e Pepsi podem causar câncer 12 Corante de milho roxo 12 A participação dos corantes na indústria alimentícia 12 Riscos dos corantes 13 Conclusão 14 Bibliografia 15

Introdução
Os corantes são itens que tem grande participação nas indústrias e são utilizados para atender uma grande variedade de requisitos, tais como reforçar ou padronizar a cor de um produto, e podem ser derivados de animais, plantas ou minerais.
Definindo estritamente, corantes são substâncias compostas e compostos químicos, naturais ou sintéticas, definidos e em muitos casos até puros, geralmente aplicados na forma de suas soluções, em água ou outros tipos de solventes. Se fixam de alguma forma, predominantemente por fenômenos em escala molecular a um substrato, que pode ser um tecido (têxtil), alimentos, papel ,cabelo humano e pelos de animais, couro entre outros tantos tipos de materiais
Na visão de perspectivas futuras dos pesquisadores, encontra-se a ideia de uso ainda maior do urucum, que atualmente já é um dos mais utilizados na fabricação dos corantes naturais. Estudos vêm sendo feitos acerca do aumento na gama de cores proporcionadas por este. Outra forte promessa vem do milho roxo, com altíssimas taxas de antocianinas, é opção aos artificiais e tem estudos que comprovam benefícios do seu consumo à saúde.

O que são

Relacionados

  • Análise em interações químicas
    2184 palavras | 9 páginas
  • Tingimento de tecidos através de corantes naturais
    1945 palavras | 8 páginas
  • Classificação geral das fibras têxteis
    6653 palavras | 27 páginas
  • Relatório – diluição e mistura de soluções
    1969 palavras | 8 páginas
  • Trabalho de beneficiamento têxtil
    4615 palavras | 19 páginas
  • Relatório de Cromatografia em papel
    1395 palavras | 6 páginas
  • Cinética de reacção com corantes e o ião Hidróxido
    1282 palavras | 6 páginas
  • Vermelho de monolite
    1656 palavras | 7 páginas
  • ponto de fusao
    1437 palavras | 6 páginas
  • Colorimetria e espectrofotometria
    915 palavras | 4 páginas