A razão inata ou adquirida

1279 palavras 6 páginas
A RAZÃO:
INATA OU ADQUIRIDA?

Significado
Iniciaremos pelo Inatismo (Racionalismo): O inatismo afirma que, ao nascermos, trazemos em nossa inteligência não só princípios racionais, mas também algumas ideias verdadeiras, que, por isso, são ideias inatas.
Empirismo: o Empirismo, ao contrario, afirma que a razão, com seus princípios, seus procedimentos e suas ideias, é adquirida por nós pela experiência.
Inatismo cartesiano: O filosofo Descartes discute a teoria das ideias inatas em várias de suas obras. Nelas ele mostra que nosso espírito possui três tipos de ideias que se diferenciam segundo sua origem e qualidade.
1. Ideias adventícias: são aquelas que se originam de nossas sensações, percepções, lembranças; são ideias que nos vêm por termos tido a experiência sensorial ou sensível das coisas que se referem.
2. Ideias fictícias: são aqueles que criamos em nossa fantasia e imaginação, compondo seres inexistentes com pedaços ou partes de ideias adventícias que estão em nossa memória. Essas ideias nunca são verdadeiras, pois não correspondem a nada que exista realmente.
3. Ideias inatas: são aquelas que não poderiam vir de nossa experiência sensorial, porque não há objetos sensoriais ou sensíveis para elas, nem poderiam vir de nossa fantasia, pois não tivemos experiência sensorial para compô-las a partir de nossa memória. São conhecidas por intuição, e são elas o ponto de partida da dedução racional e da indução, que conhecem as ideias complexas ou

Relacionados

  • Explique como opera a razão intuitiva
    3151 palavras | 13 páginas
  • Razão
    830 palavras | 4 páginas
  • reclamaçao trabalhista estabilidade por doença adquirida no trabalho
    2489 palavras | 10 páginas
  • A razão
    3425 palavras | 14 páginas
  • Razão e Experiência. As bases da ciência moderna.
    761 palavras | 4 páginas
  • Alma e Razão como fomentador na sociedade
    1400 palavras | 6 páginas
  • A Razão
    2167 palavras | 9 páginas
  • A razão
    1026 palavras | 5 páginas