A reforma psiquiatrica como forma de inclusao social

2763 palavras 12 páginas
A REFORMA PSIQUIÁTRICA COMO FATOR DE INCLUSÃO SOCIAL- Cláudia C.G.Alcântara Márcia Regina Massari Marlene M. Franco

RESUMO

O presente artigo de revisão bibliográfica é um trabalho desenvolvido pelo grupo de pesquisadoras “As Margaridas”¹ que buscam os princípios norteadores dos estudos sobre a Reforma Psiquiátrica no Brasil. Foi escrito a partir da consulta às pesquisas concluídas por autores renomados, apresenta como contraponto as dificuldades ainda encontradas na questão da Inclusão social, devido a oferta de serviços substitutivos serem menores que a demanda. É evidente que a Reforma Psiquiátrica avança; mas a ausência de implantação desses serviços em muitas cidades e o desconhecimento dos direitos por parte da sociedade, torna- a ineficiente.

Palavras – Chave: Reforma Psiquiátrica, Inclusão Social ,Serviços Substitutivos

INTRODUÇÃO

“A reforma psiquiátrica é processo

Relacionados

  • Como terias surgido as formas de vida
    1359 palavras | 6 páginas
  • A sociologia como forma de consciência
    5171 palavras | 21 páginas
  • reforma psiquiatrica
    2287 palavras | 10 páginas
  • Resenha critica sobre a reforma psiquiatrica
    7358 palavras | 30 páginas
  • Inclusão social
    2221 palavras | 9 páginas
  • Resenha Reforma Psiquiátrica e Política de Saúde Mental no Brasil
    988 palavras | 4 páginas
  • Inclusão Social
    1785 palavras | 8 páginas
  • Formas de organização social
    2512 palavras | 11 páginas
  • Positivismo: uma primeira forma de pensamento social
    2253 palavras | 10 páginas