A sensopercepção e suas alterações

976 palavras 4 páginas
Resumos dos capítulos 14: A sensopercepção e suas alterações

Dalgalarrondo define sensação como o fenômeno elementar gerado por estímulos físicos, químicos ou biológicos variados, originados fora ou dentro do organismo, que produzem alterações nos órgãos receptores, estimulando-os e a percepção como a tomada de consciência, pelo individuo, do estimulo sensorial. A sensação seria ativa e a percepção passiva, segundo o autor. Ele afirma ainda, que a percepção é mais do que o resultado simples e passivo do conjunto de estímulos e sensações, é o processo ativo, criativo e pessoal de experiências que partem de estímulos sensoriais, mas são criados na mente de quem percebe algo.
O autor classifica a imagem segundo algumas qualidades: nitidez, corporeidade, estabilidade, extrojeção, ininfluenciabilidade voluntaria e completude. Ele ressalta a importância de se diferenciar a imagem real da representativa, pois ao contrário da imagem receptiva real, a representativa se caracteriza por ser apenas uma revivescência de uma imagem sensorial determinada, sem que esteja presente o objeto original que o produziu. Quanto à representação, o autor pontua algumas características: pouca nitidez, pouca corporeidade, instabilidade, introjeção e incompletude e afirma que há alguns subtipos: imagem eidética e pareidolias.
A imaginação é definida pelo autor como uma atividade psíquica, geralmente voluntária que consiste na evocação de imagens percebidas no passado ou na criação de novas

Relacionados

  • Psicopatologia
    2737 palavras | 11 páginas
  • funções psiquicas
    1656 palavras | 7 páginas
  • Efeitos dos psicofarmacos
    2003 palavras | 9 páginas
  • Transtornos mentais
    1700 palavras | 7 páginas
  • estamira
    1339 palavras | 6 páginas
  • Resumo psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais - paulo dalgalarrondo
    5882 palavras | 24 páginas
  • Exame das Funcoes Mentais
    309 palavras | 2 páginas
  • Psicopatologia infanto juvenil
    2586 palavras | 11 páginas
  • Psicopatologia e implicações forenses
    1780 palavras | 8 páginas
  • Depressao
    1678 palavras | 7 páginas