A sociologia e “sociologia” do senso comum

5139 palavras 21 páginas
A SOCIOLOGIA E “SOCIOLOGIA” DO SENSO COMUM

Todos os indivíduos são, por assim dizer, “sociólogos” espontâneos, no sentido de possuírem muitas explicações sobre o comportamento humano em sociedade, sem as quais não poderiam sobreviver. São as “teorias” do senso comum, também denominado conhecimento vulgar, existentes em qualquer sociedade a respeito de si mesma. É por este motivo que um sociólogo chega mesmo a afirmar que não é fácil encontrar uma idéia realmente original na sociologia pelo fato de que desde a pré-história todos os indivíduos são obrigados a fazer uma espécie de “Sociologia” aplicada no seu dia-a-dia e, desse modo, terminam por elaborar algum tipo de “teoria” sobre sua experiência cotidiana.
Esta “sociologia” espontânea
…exibir mais conteúdo…
A ciência tem como fim principal explicar a realidade com base na observação sistemática dos fatos. Na medida em que as explicações são fidedignas, elas podem e tendem a se transformar em tecnologia, ou seja, em instrumento de previsão e, de controle e transformação da realidade. Apesar de a tecnologia moderna em todos os campos derivar do conhecimento científico, ciência e tecnologia são diferentes. A tecnologia é a aplicação da realidade à previsão, ao controle e à transformação da realidade. A ciência não pretende desempenhar essas funções. A sociologia pretende explicar o que acontece na sociedade.
Nenhuma forma de conhecimento além da ciência, se baseia na observação sistemática dos fatos para explicar a realidade. Pode acontecer mesmo no domínio chamado senso comum, que a observação aleatória e casual, quando não tendenciosa, seja utilizada para demonstrar generalizações sobre a realidade. Só a ciência, porém, baseia as suas generalizações na observação sistemática, planejada e, quando possível, em condições laboratoriais, dos fatos. A sociologia é, como toda ciência, predominantemente indutiva, parte da observação sistemática de casos particulares para daí chegar à formulação de generalizações sobre a vida social. Já a filosofia social é, sobretudo dedutiva, parte da formulação de generalizações que são aplicadas à grande variedade de casos particulares porventura observáveis na sociedade.
Embora a indução seja o fundamento da metodologia da

Relacionados

  • Estudos sociológicos, senso comum e senso crítico no avanço da sociedade, a importância da sociologia para a contabilidade.
    2421 palavras | 10 páginas
  • Resenha do livro sociologia e administração
    3893 palavras | 16 páginas
  • Senso comum e conhecimento cientifico
    2971 palavras | 12 páginas
  • Sociologia E Administra O
    1553 palavras | 7 páginas
  • Senso comum e senso crítico
    2705 palavras | 11 páginas
  • Sobre a metodologia científica e a superação do senso comum
    1234 palavras | 5 páginas
  • Filosofia - senso comum , bom senso e ideologia.
    2357 palavras | 10 páginas
  • Resumo ciência e senso comum
    8325 palavras | 34 páginas