A teoria administrativa da escola humanista

1090 palavras 5 páginas
A Teoria Administrativa da Escola Humanista

Teoria das Relações Humanas

A Teoria das Relações Humanas tem como ênfase as pessoas, surgiu nos estados unidos como conseqüência imediata das conclusões obtidas na Experiência em Hawthorne, desenvolvida por Elton Mayo e seus colaboradores. Foi um movimento de reação e de oposição à Teoria Clássica da Administração. Tem como origem, a necessidade de humanizar e democratizar a administração, libertando-a dos conceitos rígidos e mecanicistas da Teoria Clássica e adequando-a aos novos padrões de vida do povo americano. O desenvolvimento das chamadas ciências humanas, é principalmente a psicologia e a sociologia, as idéias da filosofia pragmática de John Dewey e da Psicologia Dinâmica de Kurt Lewin foram capitais para o humanismo na administração. A escola teve também algumas principais críticas, tais como, ela apresentava uma visão inadequada dos problemas de relações industriais, em alguns aspectos a experiência de Hawthorne foi insegura e artificial e menos tendenciosa, alguns estudiosos acreditam que a origem esteja no fato de ser a teoria das relações humanas em produto da ética e do princípio democrático então existente nos Estados Unidos, limitação no campo experimental e parcialidade nas conclusões levaram gradualmente a teoria a certo descrédito, a concepção ingênua e romântica do operário, as pessoas que seguiram demonstraram que nem sempre isto ocorreu, as ênfases exageradas nos grupos informais colaboraram rapidamente

Relacionados

  • Revisão tga
    1076 palavras | 5 páginas
  • Fundamentos da administração
    2581 palavras | 11 páginas
  • Estudo comparativo taylor e fayol
    2197 palavras | 9 páginas
  • Resumo sobre abraham maslow
    2690 palavras | 11 páginas
  • Teoria comportamental e mecanicista
    3500 palavras | 14 páginas
  • TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO
    2766 palavras | 12 páginas
  • Renascimento parte i história da educação
    1465 palavras | 6 páginas
  • Teorias taylor, ford e fayol
    4010 palavras | 17 páginas