A teoria da concorrencia perfeita em mercado a longo prazo

801 palavras 4 páginas
A Teoria da Concorrência Perfeita
É uma teoria da estrutura de mercado que se baseia nas seguintes hipóteses:
1. Produto homogéneo – todas as empresas vendem um bem idêntico.
2. Os consumidores conhecem a natureza do produto vendido e os preços praticados por cada firma.
3. O nível de rendimento de cada empresa para o qual o custo médio de longo prazo é mínimo e pequeno em relação ao rendimento total da indústria.
4. Cada empresa é tomadora de preço, isto é, não consegue influenciar o preço e pode vender a quantidade que quiser ao preço de mercado (fixado pelo equilíbrio entre a procura de mercado e a oferta de mercado)
5. A entrada e a saída do mercado são livres.
Nestas condições, a curva da procura que se dirige a uma firma, em concorrência perfeita, é horizontal (perfeitamente elástica), porque alterações no rendimento da empresa não têm efeitos sobre o preço de mercado do bem.

Equilíbrio de Mercado em Concorrência Perfeita no Longo Prazo
A questão decisiva para a diferença entre o equilíbrio de concorrência perfeita no curto prazo e o equilíbrio de concorrência perfeita no longo prazo é a livre entrada e saída de empresas no mercado, a qual só faz sentido no longo prazo, pois a entrada ou a saída do mercado são decisões que demoram algum tempo a operacionalizar. Pode sistematizar-se o processo de obtenção do equilíbrio no longo prazo da seguinte forma:


Se, no mercado, só existirem empresas com lucros positivos, isso significa que elas não
têm

Relacionados

  • Microeconomia
    2381 palavras | 10 páginas
  • Microeconomia e Macroeconomia - Estrutura de Mercado
    973 palavras | 4 páginas
  • Micro e Macro empresa
    932 palavras | 4 páginas
  • Resumo de oligopolio
    6779 palavras | 28 páginas
  • Estruturas de Mercado
    2084 palavras | 9 páginas
  • Estruturas de mercado
    3255 palavras | 14 páginas
  • diversos
    4308 palavras | 18 páginas
  • ESTRUTURA DE MERCADO: Concorrência Perfeita, Monopólio, Concorrência Monopolística (ou Imperfeita) e Oligopólio.
    3320 palavras | 14 páginas