A utopia- thomas morus

4515 palavras 19 páginas
Jean

INTRODUÇÃO ÀS
CIÊNCIAS SOCIAIS
A UTOPIA – THOMAS MORUS

GRUPO 3– IE/UFRJ
10/10/2011

SUMÁRIO

CAPÍTULO I – INTRODUÇÃO
1.1 Vida de São Thomas More ..................................................................4
1.2 Obra de São Thomas More .................................................................5
1.3 Contexto Histórico da Utopia ...............................................................6
CAPÍTULO II – RESUMO DO LIVRO .................................................... 8

CAPÍTULO III – TEMAS DE DEBATE.....................................................11

2|Página

“Enojado com o artificialismo dos costumes na côrte de Henrique VIII, Thomas More observou que a mentira política, quanto mais
…exibir mais conteúdo…
Sendo profundo conhecedor de teologia e de direito canônico, e por ser um homem religioso - ao ponto de se mortificar por Deus - More via na anulação do sacramento do casamento uma matéria da jurisdição do papado, e a posição do Papa
Clemente VII era claramente contra o divórcio em razão da doutrina sobre a indissolubilidade do matrimônio. Contrário às Reformas Protestantes então já efetuadas e percebendo que na Inglaterra poderia acontecer o mesmo (devido às questões pessoais do soberano que conduziram à crise político-diplomática com
Roma), More - apoiador das decisões da Santa Sé e arraigadamente católico - deixa seu cargo de Lord Chancellor do rei em 16 de maio de 1532, provocando desconfiança na Corte e em Henrique VIII particularmente.
A reação de Henrique VIII foi atribuir a si mesmo a liderança da Igreja na
Inglaterra, sendo o sacerdócio obrigado a um juramento ao abrigo do Ato de
Supremacia, que consagrava o soberano como chefe supremo da Igreja. More escapara, entretanto, a uma tentativa de lhe implicar uma conspiração. Depois, ofendeu mortalmente Ana Bolena, recusando-se a assistir à sua coroação e a prestar fidelidade a seus descendentes. Foi condenado à prisão perpétua e ao confisco de
4|Página

todos os seus bens. Pouco tempo depois, foi condenado à morte por crime de alta traição e decapitado em Londres em 1535.
A sua cabeça foi exposta na ponte de Londres durante um mês e foi

Relacionados

  • resumo do livro Utopia de Thomas Morus
    535 palavras | 3 páginas
  • A Utopia, O Príncipe e a Cocanha
    1544 palavras | 7 páginas
  • Utopia, o Príncipe e a Cocanha
    821 palavras | 4 páginas
  • A regra e o modelo choay
    1361 palavras | 6 páginas
  • Sociologia
    991 palavras | 4 páginas
  • Sociologia
    846 palavras | 4 páginas
  • Sociologia
    1853 palavras | 8 páginas
  • Que correntes de pensamento explicam a vocação do Homem para viver em sociedade
    1075 palavras | 5 páginas