A vida cotidiana à época do renascimento

2570 palavras 11 páginas
A vida cotidiana à época do Renascimento
Lindaura Dias de Oliveira Silva

Resumo: este trabalho tem como objetivo construir um panorama geral das mudanças de mentalidades na vida cotidiana do século XVII, tendo como base uma coletânea de texto que contribuirá para o entendimento do comportamento social desse período.
Palavras chave: Mentalidades, Cotidiano.
De acordo com a Autora Agnes Heller, (1989) no período renascentista a ciência ainda estava muito distante da vida cotidiana. O distanciamento entre a ciência e a vida comum no período medieval contribui para uma erudição descomplicada e aberta. No período renascentista, a vida cotidiana pouco se diferenciava da tecnologia, da ciência, e da arte, o conhecimento era
…exibir mais conteúdo…
Mas a doutrina dos jesuítas e a reforma protestante acabam exercendo um grande controle nas pessoas que vivem a margem da sociedade.
De acordo com Paul Larivaille, que procura por em evidências os paradoxos da Itália nesse período, de um lado as produções intelectuais fascinantes e do outro o mundo dos excluídos que quase sempre são deixados de lado na história. O Autor faz uma análise do discurso sobre o mundo imaginário e o mundo real. As ideias pregadas pelo humanismo e a abolição da servidão desperta nos citadinos o interesse pelo campo. Mas as melhorias eram apenas de fachadas, pois ao fazer uma análise panorâmica da vida dos camponeses da época, as literaturas italianas mostram que pouca coisa mudou sobre essa história. O que acorreu, foi que a partir de Baccaccio e de Petrarca, as descrições maravilhosa da vida dos camponeses, mostrada em poesias pastoril. Porém Ruzante retrata em seu teatro à vida cotidiana dos camponeses ao seu real, mostrado suas lutas e sentimentos, um povo sofrido que foi obrigado a uma vida sem esperança, devido à exploração a qual foram submetidos. O autor vai cruzando informações de vários historiadores para chegar a uma conclusão mais próxima da realidade. Mesmo depois de vários estudos não se sabe ao certo as mudanças acorridas na vida dos camponeses devido a camuflagem dos escritores citadino que escreviam de acordo com os interesses da classe

Relacionados

  • Sociologia
    1853 palavras | 8 páginas
  • Moça com brinco de pérola
    1345 palavras | 6 páginas
  • Analise sobre a historiografia da idade média
    1382 palavras | 6 páginas
  • Pietá Gótica e Renascentista
    1211 palavras | 5 páginas
  • Relação entre filosofia e serviço social
    1276 palavras | 6 páginas
  • Arquitetura e Urbanismo
    3873 palavras | 16 páginas
  • Exercicios resolvidos da historia da fisioterapia
    772 palavras | 4 páginas
  • Livro de ouro do carnaval brasileiro - resumo
    4291 palavras | 18 páginas
  • o renascimeto comercial e urbano
    2610 palavras | 11 páginas