AS RUPTURAS DA MENTALIDADE CLÁSSICA NA ARTE OCIDENTAL

2831 palavras 12 páginas
AS RUPTURAS DA MENTALIDADE CLÁSSICA NA ARTE OCIDENTAL

CAIO DE GIOVANI

SÃO PAULO
2013

O objetivo deste trabalho é, dentro de suas limitações, discursar sobre as rupturas da mentalidade clássica na arte ocidental. Porém também tentar mostrar que nem mesmo as estéticas que rompem mais profundamente com a mentalidade clássica, chegando em alguns casos à abstração, seriam um limite, ou um ideal inerente ao fazer artístico, ou seja, o “fim do caminho” para a produção artística. Mesmo porque, a mentalidade clássica persistiu e perdurou tanto, a ponto de ser necessária verdadeira revolução ao rompê-la, justamente porque a ela foi atribuído tal valor de finalidade insuperável. As mudanças, e talvez o que se possa chamar de início do processo de mudança, claro, inerentemente influenciado pelo contexto histórico e social, se deu justamente por haver sido proclamado que a arte atingira seu limite, e que os grandes mestres do renascimento seriam insuperáveis. Ninguém jamais poderia, portanto, superar a anatomia de Miguel Ângelo, ou a beleza ideal de Rafael Sanzio, por exemplo. Decerto não era um cenário muito animador aos artistas da época pensar que nada mais poderiam fazer visto que tudo já havia sido resolvido, e lhes cabia tentar imitar tal perfeição, o melhor que pudessem e nada mais. O que acabou culminando no próprio
“maneirismo”, pois sendo a arte “Cosa Mentale”, eles não teriam conseguido imitar o espírito, mas apenas a maneira, o que levaria a

Relacionados

  • Os períodos da Arte clássica:
    666 palavras | 3 páginas
  • Ruptura e inovação nas artes e na literatura
    3593 palavras | 15 páginas
  • Arte pré- clássica
    7175 palavras | 29 páginas
  • Linguagem artistica - artes visuais a importância das artes na educação infantil
    2698 palavras | 11 páginas
  • Arte linha do tempo na história da arte
    802 palavras | 4 páginas
  • Arte Clássica
    3030 palavras | 13 páginas
  • O lugar da música na civilização ocidental
    1355 palavras | 6 páginas
  • A influência da arte na educação infantil
    3926 palavras | 16 páginas
  • A importancia das artes na infancia
    8330 palavras | 34 páginas
  • Da geopolítica clássica à geopolítica pós-moderna: entre a ruptura e a continuidade
    10149 palavras | 41 páginas