Acusação defesa e julgamento de socrates

11772 palavras 48 páginas
UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES
CESAR C. BARBOSA
MAURICIO APº DOS SANTOS
PRISCILA APª AUGUSTO
ROSÂNGELA Mª DE FREITAS
SHEILA Mª C. C. BARBOSA
WILSON TEIXEIRA

ACUSAÇÃO, DEFESA E JULGAMENTO DE SÓCRATES.

Mogi das Cruzes/SP
2012
UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES
CESAR C. BARBOSA
MAURICIO APº DOS SANTOS
PRISCILA APª AUGUSTO
ROSÂNGELA Mª DE FREITAS
SHEILA Mª C. C. BARBOSA
WILSON TEIXEIRA

ACUSAÇÃO, DEFESA E JULGAMENTO DE SÓCRATES

Profº Márcio Cursino

Mogi das Cruzes/SP
2012
…exibir mais conteúdo…
Popularidade essa, que fez com que, a comunidade ateniense se preocupasse com alguma mudança social. Dessa forma, Sócrates, fora acusado por corromper os jovens e por ateísmo, e por tal razão, fora levado, a Assembleia, onde seria julgado pelas acusações a ele impostas.

ACUSAÇÃO DE SÓCRATES

Para iniciarmos o estudo sobre a acusação de Sócrates temos que primeiramente situá-lo no contexto histórico, político e social da antiga Grécia. Sócrates, um dos mais famosos filósofos nunca teve interesse em se envolver com a política, nas duas únicas participações políticas se recusou a cumprir ordens. O primeiro caso foi o julgamento dos seis generais, a lei exigia que fossem julgados individualmente, mas a Assembléia, desejava que fossem julgados e condenados coletivamente. E Sócrates, ao contrário de todos, foi o único a votar contra, (os seis generais foram condenados), neste momento começam as diferenças os magistrados daquela época e Sócrates, pois a vontade daqueles deveria prevalecer sobre este assim como sobre todos os presentes na sessão de julgamento e de certa forma de toda a sociedade. Em segundo no caso do proscrito, novamente Sócrates, respeitando a lei ateniense do ostracismo ou banimento (castigo aplicado a quem não era condenado à morte), recusou-se a cumprir a ordem, ficando em casa. Neste momento temos a primeira tentativa de

Relacionados

  • O julgamento de sócrates em uma atenas democrática
    2734 palavras | 11 páginas
  • Platão defesa de socrates.
    1307 palavras | 6 páginas
  • Crítica: “apologia de sócrates”
    1295 palavras | 6 páginas
  • Defesa de sócrates feita por platão
    955 palavras | 4 páginas
  • Resumo do livro apologia de sócrates
    494 palavras | 2 páginas
  • Resenha - a apologia de sócrates
    2045 palavras | 9 páginas
  • Sócrates e os sofistas
    1428 palavras | 6 páginas
  • Memória de aula filosofia
    5373 palavras | 22 páginas
  • Tese acusação - exploradores de caverna
    2205 palavras | 9 páginas
  • O perfil psicológico do homicida passional
    8749 palavras | 36 páginas