Agregados alternativos para o concreto

8505 palavras 35 páginas
Índice

1. Introdução 3 2. Aspectos Históricos 3 3. Desenvolvimento 5 3.1. Resíduos de Construção e Demolição (RCD) 5 3.1.1. Introdução 5 3.1.2. Composição 6 3.1.3. Impurezas na Composição dos RCD 7 3.1.4. Beneficiamento e Processos de Beneficiamento 7 3.1.5. Utilização e Propriedades dos RCD em Concreto 8 3.2. Resíduos de Telha de Cerâmica Vermelha 10 3.3. Resíduos de Raspas de Pneus 11 3.4. Poliestireno 12 3.5. Areia de Fundição 13 3.6. Poliestireno Expandido (Isopor) 14 3.7. Fibras Vegetais 15 4. Visita ao Laboratório de Estruturas 15 5. Ensaios 16 6. Conclusão 16 7. Agradecimentos 17 8. Referências Bibliográfica 18 Anexo I – Visita ao LABEST 21 Anexo II – Ensaios
…exibir mais conteúdo…
Cidades européias alemãs e inglesas foram exemplos do uso de escombros deixados pela guerra. A partir daí, vários trabalhos e pesquisas vem sendo desenvolvidos na tentativa de melhor adequar o uso dos resíduos de construção. Por isso, 1946 foi considerado o marco para o início do desenvolvimento de técnicas para utilização de resíduo de construção e demolição.
As décadas de 60 e 70 forma marcadas por pesquisas relacionadas ao reaproveitamento de materiais na construção civil, simpósios realizados sobre o tema e a criação de comitês de entidades normatizadoras, como o Comitê E-38, criado pela ASTM (American Society for Testing and Materials) com objetivos relacionados ao desenvolvimento de métodos de recuperação de materiais e energia; o Comitê 37-DRC, criado pela RILEM (Réunion International dês Laboratories d’Essais ET Matériaux), voltado para os resíduos de demolição; e o “Comitê de Pesquisa em Materiais Residuais e Subprodutos para Construção de Rodovias” instituído pela OECD (Organization for Economic Cooperation and Development), com o objetivo de “promover o uso mais econômico dos materiais na construção de rodovias e examinar a pesquisa e a exigência dos países membros da OECD”.
No Japão, em 1974, foram propostas as primeiras normas para utilização de agregado reciclado de concreto. No final da década de 80, foram apresentados trabalhos sobre o assunto no 2º RILEM – Simpósio Internacional sobre Demolição e

Relacionados

  • Agregados alternativos
    2773 palavras | 12 páginas
  • Polietileno de alta densidade (pead)
    5520 palavras | 23 páginas
  • Concreto com fibra de pet
    1443 palavras | 6 páginas
  • Referencial teorico em tecnologia de concreto
    2178 palavras | 9 páginas
  • APS - Concreto de alto desempenho
    2103 palavras | 9 páginas
  • Estudo de caso: utilização do vidro como agregado no concreto
    3672 palavras | 15 páginas
  • Pavimentação asfáltica
    3630 palavras | 15 páginas
  • BLOCOS DE VEDA O DE CONCRETO E DE GESSO 1
    848 palavras | 4 páginas
  • ISOLAMENTO ACÚSTICO COM PNEUS
    4274 palavras | 18 páginas