Análise da obra Noite na Taverna de Álvarez de Azevedo.

3182 palavras 13 páginas
Análise da obra Noite na Taverna, de Álvarez de Azevedo

por Isabela Pimenta Pessoa

O autor do livro “Noite na Taverna”, Manuel Antônio Álvarez de Azevedo, nascido em 12 de setembro de 1831, em São Paulo, era filho de Inácio Manuel Álvares de Azevedo e Maria Luísa Mota Azevedo. Passou sua infância no Rio de Janeiro, onde iniciou seus estudos, porém, mais tarde, voltou para São Paulo em 1847 e estudou na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, onde ganhou destaque por seu talento em produções literárias, mesmo sendo tão jovem. Não chegou, porém, a concluir o curso, já que adoeceu por tuberculose e, posteriormente, em 25 de abril de 1852, no Rio de Janeiro, foi a óbito. Algumas fontes afirmam que a tuberculose tenha causado a morte do escritor, outros acreditam que seu falecimento deveu-se a um tumor na fossa ilíaca, que se agravou após uma queda de cavalo quando tinha 20 anos.
Álvarez de Azevedo foi parte da segunda geração romântica, também conhecida como Ultrarromântica, Byroniana ou Mal-do-século. Foi muito influenciado por Lord Byron, Goethe, François-René de Cateaubriand e Alfred Musset, os quais inspiraram o escritor a marcar suas obras com tons sarcásticos e irônicos, ideias de autodestruição, morte, dor iminente e com amores irreais e idealizados.
A vida do autor foi tomada pelo estilo boêmio de viver, como forma de escape aos seus martírios, e pelo desencanto pela vida. Grande parte dos artistas do movimento, assim como provavelmente ocorreu com

Relacionados

  • Analise da obra amor de perdição
    1100 palavras | 5 páginas
  • RESUMO LITERÁRIO Álvares de Azevedo, Noite na Taverna
    2835 palavras | 12 páginas
  • Análise da obra O guardador de rebanhos
    1126 palavras | 5 páginas
  • Analise: A noite estrelada de Van Gogh
    707 palavras | 3 páginas
  • QUESTÃO DE GENERO NA OBRA O QUINZE DE RACHEL DE QUEIROZ UMA ANÁLISE DA EMANCIPAÇÃO DA PERSONAGEM CONCEIÇÃO
    7039 palavras | 29 páginas
  • Noite na taverna
    1218 palavras | 5 páginas
  • Análise da obra “Tarde” de Oswaldo Goeldi Relatório de visita às exposições de gravura na Estação Pinacoteca (Goeldi e Acervo)
    853 palavras | 4 páginas
  • Análise das obras de Santiago Calatrava
    3015 palavras | 13 páginas
  • Analise da obra de Tintoretto
    1596 palavras | 7 páginas