Análise de Poemas Camonianos

4837 palavras 20 páginas
Vertente tradicional da lírica de Camões ou “Medida Velha” (análise de poemas)

A vertente tradicional da lírica camoniana, cultivada pelo poeta, caracteriza-se pela espontaneidade, pela leveza e pela simplicidade, típicas das composições dos poetas da chamada Poesia Palaciana, colecionadas no Cancioneiro Geral, que utilizavam a redondilha maior e menor com grande habilidade. Assim, e por influência tradicional, escreveu vilancetes, cantigas, esparsas, endechas, trovas. Fez uso da medida velha e cultivou o verso de cinco sílabas métricas (redondilha menor) e de sete sílabas métricas (redondilha maior). As temáticas tradicionais e populares usadas por Camões são: a menina que vai à fonte; o verde dos campos e dos olhos; a natureza; o amor, a saudade e o sofrimento, o ambiente palaciano, a exaltação da beleza de uma mulher de condição servil, de olhos pretos e tez/pele morena (a “Barbara, escrava”); a infelicidade presente. O valor das redondilhas camonianas radica na habilidade com que desenvolve o tema oferecido pelo mote. Este apresenta-se sob o aspeto de uma estrofe curta, inspirado numa composição poética, palaciana, quando não é da própria autoria do poeta.

O vilancete, que se segue, é uma composição na “medida velha”

Mote
Descalça vai pera a fonte
Leanor pela verdura,
Vai fermosa e não segura.

Voltas
Leva na cabeça o pote,
O testo nas mãos de prata.
Cinta de fina escarlata,
Sainho de chamalote,
Traz a

Relacionados

  • Análise do poema motivo, de cecilia meireles
    471 palavras | 2 páginas
  • Análise pós-modernista nos poemas de cecília meireles
    3032 palavras | 13 páginas
  • ANÁLISE DO POEMA “ODE AO BURGUÊS” DE MARIO DE ANDRADE
    484 palavras | 2 páginas
  • Análise dos poemas de pau brasil de oswald de andrade
    2246 palavras | 10 páginas
  • Análise do Poema "Eu nunca guardei rebanhos" de Alberto Caeiro
    1239 palavras | 5 páginas
  • Análise do poema paisºagem n3 - mário de andrade
    1165 palavras | 5 páginas
  • Análise do poema sonhos de menina, de cecília meireles
    1194 palavras | 5 páginas
  • Análise de poemas e conto de Edgar Allan Poe
    2673 palavras | 11 páginas