Análise literária - conto - soroco, sua mãe, sua filha.

945 palavras 4 páginas
Análise do conto “Sorôco, sua mãe, sua filha” de Guimarães Rosa em “Primeiras Estórias”, por Douglas Vinícius de Moraes Lima

A narrativa
O conto é narrado em 3ª pessoa, por um narrador que é, ao mesmo tempo, onisciente e personagem. Existe uma ambigüidade nas falas do narrador que permitem entendê-lo como tal: “A gente reparando, notava as diferenças.”, “A gente sabia que, com pouco, ele ia rodar de volta, (...)”. “A gente”, aqui, pode indicar tanto o povo como uma inclusão do narrador na ação, como se ele próprio participasse, pessoalmente, do acontecimento, e estivesse nos relatando o que via. Entretanto, não se restringe ao relato: fala também dos sentimentos, penetrando, ainda que sutilmente, na mente das personagens. A narrativa
…exibir mais conteúdo…
A vestimenta de ambas é descrita como uma das poucas diferenças entre as duas (“Sem tanto que diferentes, elas se assemelhavam.”): uma vestia-se espalhafatosamente, colorida, enfeitada, a outra se mostrava de preto dos pés à cabeça.

O povo: as pessoas são os principais espectadores da ação. No primeiro momento, parecem repudiar o que se sucede, muito embora mantenham um tom de respeito e cortesia, como se partilhassem a dor de Sorôco. Isso fica claro no final, quando todos se unem a ele na cantoria, quando “De repente, todos gostavam demais de Sorôco.”
Os outros personagens, como o Agente da estação, apenas cumprem seu papel no enredo, não tendo maior relevância.
Enredo
Primeiramente, peço licença para um comentário pessoal: foi principalmente o enredo (apesar da maravilhosa linguagem, estrutura, etc.) deste conto que me encantou. É provavelmente um dos mais belos que já li ao longo de meus 17 anos, e duvido encontrar outro que me toque como este tão cedo.
E é aí onde jaz o encanto de Sorôco, sua mãe, sua filha: a capacidade do enredo de tocar e emocionar as pessoas. O conto narra o triste momento da separação de Sorôco de sua única família, as duas mulheres com quem vivia e que, vítimas da loucura, acabam por se tornar um problema para ele. Vemos um homem humilde, abatido, um homem que lutara por seus entes, que resistira até o último momento mas que acabara cedendo ante à situação de seus

Relacionados

  • Análise literária - primeiras estórias de guimarães rosa
    5359 palavras | 22 páginas