Análise sobre a obra: "o conde de monte cristo"

2897 palavras 12 páginas
O Conde de Monte Cristo (Le Comte de Monte-Cristo).

- Parte 1: Dados sobre a edição.

1. Dados sobre a edição: O Conde de Monte Cristo, Le Comte de Monte-Cristo (nome original em francês), é um romance de aventura escrito por Alexandre Dumas (pai). È considerado, ao lado de Os Três Mosqueteiros, o trabalho mais famoso de Dumas. A feitura da obra deu-se finalizada ao ano de 1844, mas completamente disponibilizada apenas no ano de 1846.

1. Primeira Obra: A obra foi originalmente publicada na França, em folhetins diários, com várias interrupções, no Journal des Débats, de 28 de setembro de 1844 a 15 de janeiro de 1846, ou seja, durante um ano e meio.

2. Obra estudada (Martin Claret): O clássico da literatura estudado se
…exibir mais conteúdo…
Seus halos dentro da literatura lhe renderam muito dinheiro, porém, ele permanecia endividado graças ao seu estilo de vida boêmio. Além do mais, sua generosidade fez com que diversas pessoas se aproveitassem dele. No início da década de 1850, o rei Luís Felipe (Duque d’Orleans) foi deposto por uma revolta, substituído por Napoleão III, o que obrigou, em 1851, Dumas a ir embora para Bruxelas, na Bélgica, para fugir de seus credores. Da Bélgica foi embora à Rússia, onde residiu por dois anos, até se mudar à procura de inspiração para novas histórias. Retornou à França em 1964, onde viveu até 1870, ano de sua morte, que ocorreu não muito depois dele ter se envolvido com uma menina do circo norte-americano, fato que repercutiu escandalosamente. Com certeza, essa situação poderia muito bem ter escolhida como uma estrutura ficcional por ele para sua morte. Enterrado após sua morte no cemitério de Villers-Cotterêts, em 2002 foi movido, em procissão solene, até o Panteão de Paris, onde descansa ao lado de gigantes da literatura e da filosofia, tais como Émile Zola, Victor Hugo, Jean Jacques Rousseau, e Francois-Marie Arouet Voltaire.

2. Bibliografia: Alexandre Dumas é dono de uma vastíssima obra em seu nome, da qual vale ressaltar os romances:

Relacionados

  • O maior discurso de cristo
    2510 palavras | 11 páginas
  • Análise Crítica de comentários sobre o livro de Rute
    14646 palavras | 59 páginas
  • Analise de custos de mão-de-obra direta
    2844 palavras | 12 páginas
  • Analise formal da imagem obra: o julgamento de páris
    1311 palavras | 6 páginas
  • Análise de obras correlatas
    1884 palavras | 8 páginas
  • Análise da obra O guardador de rebanhos
    1126 palavras | 5 páginas
  • Análise de músicas sobre o tema colonização
    2163 palavras | 9 páginas
  • As virtudes e o resumo do filme de O conde de Monte Cristo
    1536 palavras | 7 páginas
  • Analise da obra de Tintoretto
    1596 palavras | 7 páginas