Analise critica de “a Servidão moderna” de Jean-François Brient e Victor León Fuentes.

951 palavras 4 páginas
Logo nos primeiros minutos do vídeo o autor cita um trecho dizendo sobre a possibilidade de um colapso dos humanos, logo após, temos cenas para reflexão na participação do homem na terra e a mudança que ele vem fazendo, temos a imagem de satélites na orbita da terra e o efeito de destruição de bombas atômicas.
“Que época tão terrível é esta onde uns idiotas dirigem os cegos” – William Shakespeare
Após a frase para reflexão em respeito à servidão moderna, passa a mostrar as pessoas em seus cotidianos, fazendo uma critica também a religiosos extremistas a respeito sobre a alienação, não apenas encontrado nas religiões, mas também na tv, revistas e jornais.
Ressalta-se a nova escravidão, onde as pessoas não questionam, não fazem reflexões sobre a vida em que estão levando, e aceita sem questionamento a vida que lhes foi imposta pelo “sistema” e cada vez mais a necessidade de se integrar a nova servidão, a necessidade de trabalhar e comprar cada vez mais, pensando que assim terá a felicidade, incentivada cada vez mais pelas mídias publicitarias, o que seria isso se não o capitalismo e essa intensa necessidade de comprar, consumir e cada vez mais a cobrança por produção da classe trabalhadora.
“De que serve a um homem a ter tudo se perde a sua alma” – Evangelho segundo São Marcos.
“As coisas que possuímos, acabam por nos possuir”, e temos novamente a ideia de cada vez mais comprar e consumir (se

Relacionados

  • Análise Crítica de comentários sobre o livro de Rute
    14646 palavras | 59 páginas
  • Filme Incontrolável - Análise Crítica e Estudo de Caso
    2763 palavras | 12 páginas
  • Vida e obra de jean piaget
    1839 palavras | 8 páginas
  • Da servidão moderna
    4381 palavras | 18 páginas
  • Narradores de Javé - Análise Critica e Lingüística
    832 palavras | 4 páginas
  • relatorio de analise critica
    976 palavras | 4 páginas