Analise critica livro crime e castigo

2591 palavras 11 páginas
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO AVANÇADA DE VITÓRIA - FAVI

RENY LOPES DOS SANTOS

TEORIA PSICANALÍTICA DA PERSONALIDADE:
ANÁLISE DO LIVRO:
CRIME E CASTIGO

VITÓRIA
ABRIL
INTRODUÇÃO

Crime e Castigo é um livro que retrata a historia de Raskólnikov, um estudante miserável que vive em São Peterburgo, que por falta de recursos abandona a faculdade, mora num cubículo miseravel em um hotel e que passa dias planejando por em pratica suas teorias e planos. A principio matar para rouba e conseguir recursosr, mas no decorrer da leitura percebe-se que o enredo é bem mais que a luta pela sobrevivencia à miseria, a luta é pelos seus conflitos internos.
Raskólnikov reflete o drama que foi a vida de seu criador – Dostoievski, o
…exibir mais conteúdo…

Raskólnikov decide matar Aliena Ivánovna e roubar seu dinheiro, para ter sua vida social de volta, retornar à faculdade e ajudar sua irmã e mãe. Esses eram os motivos conscientes para o personagem (EGO), mas o motivo indireto e confuso do inconsciente era provar para si mesmo que sendo capaz de matar era extraordinario ou poderia transformar-se num (ID). Prova disso é que Raskólnikov deixa debaixo da cama a maior parte do dinheiro, e o pouco que ele consegue levar ele o enterra.

A família de Raskólnikov:

Sua família é a mãe e a irmã, que moram em uma cidade distante, a comunicação entre eles é feita por meio de cartas. Sua mãe apesar de sobreviver apenas com uma mísera pensão sempre que lhe pode lhe manda algum dinheiro para ajudar nas despesas.

Os amigos de Raskólnikov:

Razumikine é seu único amigo no livro, mas mesmo tendo esse amigo, Raskólnikov é solitário, passa mais tempo conversando consigo mesmo do que com as pessoas que vivem ao seu redor.

Os outros personagens do livro:

Os personagens em Crime e Castigo, mesmo que de forma inconscientes são todos solitários.
Diversos personagens e suas histórias surgem no decorrer do livro, destaca-se: * Piotr Petróvitch Lujin: Raskolnikov: desde o início se posiciona contra o casamento da irmã por crer que ela está se vendendo, como uma prostituta, em favor não dela própria, mas em favor dele que fora obrigado a largar os estudos por falta de dinheiro. * Marmeladov: Narra as agruras

Relacionados

  • Questões de criminologia - escola clássica
    5499 palavras | 22 páginas
  • fichamento. vigiar e punir
    1936 palavras | 8 páginas
  • Trabalho Penal Fichamento Fundamentos Da Pena
    9761 palavras | 40 páginas
  • Resenha sobre o livro “as misérias do processo penal” de francesco carnelutti
    1821 palavras | 8 páginas
  • Homofobia
    5703 palavras | 23 páginas
  • Beccaria na atualidade
    2114 palavras | 9 páginas
  • Evolução dogmática do direito penal
    1814 palavras | 8 páginas
  • Resenha - De cortiço a Cortiço
    1436 palavras | 6 páginas
  • criminologia escola cientifica e moderna
    1659 palavras | 7 páginas