Analise de frutas bromatologia

11399 palavras 46 páginas
FRUTAS

2012

FRUTAS

Trabalho de Conclusão de semestre do curso de Nutrição apresentado à Universidade

2012

Resumo Sabemos da importância das frutas para na dieta do ser humano, e biologicamente muitos estudos já comprovaram suas funções para o funcionamento celular adequado. Este trabalho apresenta algumas pesquisas para determinação da composição nutricional de algumas frutas, como o abacaxi, a acerola, a cajarana, entre outras. Foram apresentados os aspectos nutricionais, no que se refere à quantidade de vitaminas e sais minerais presentes, a presença de antioxidantes, níveis de pH, em frutas “in natura” e secas. O uso de pesticidas e a análise e limites para sua utilização. Foram apresentados também os aspectos funcionais dos laboratórios de análises de alimentos, quanto a coleta, conservação e embalagem das amostras, a qualidade do laboratório, bem como a legislação que ampara as análises e a distribuição das frutas.

Lista de figura

1. Figura 1 - Molécula de Vitamina C 14

2. Figura 2 - Cajarana, fruto maduro. 16

Lista de tabela

3. Tabela 1 - Análises físico-químicas e bromatológicas da polpa da Spondias sp, Cajarana do Sertão, irrigada e de sequeiro. 23

4. Tabela 2 - Valores de pH, acidez titulável, sólidos solúveis e ratio das variedades de citros. 25

5. Tabela 3 - teor de ácido ascórbico 26

6. Tabela 4 - Capacidade

Relacionados

  • Bromato
    2591 palavras | 11 páginas
  • Relatório bromatologia cinzas
    918 palavras | 4 páginas
  • Determinação do PH e da acidez em alimentos líquidos
    982 palavras | 4 páginas
  • Plano de aula bromatologia
    855 palavras | 4 páginas
  • Determinação do teor de cinzas
    1757 palavras | 8 páginas
  • relatório de teor de lipídeos, umidade e cinzas da farinha de soja
    2446 palavras | 10 páginas
  • Projeto de pesquisa
    1160 palavras | 5 páginas
  • Umidade e cinzas
    1209 palavras | 5 páginas
  • PRODUÇÃO ARTESANAL DE LICOR DE ABACAXI (Ananas comosus L. Merrill)
    1989 palavras | 8 páginas