Apontamentos de História Económica e Social

4704 palavras 19 páginas
História Económico-Social

1º Aula

Século V a Século XV – Feudalismo
Século XV a Século XVIII – Mundialização/Descobrimentos/período pré Industrial.

Século 19 – Capitalismo Filhos da revolução Industrial. Socialismo/Comunismo

A História é visa como uma enciclopédia geral, que utiliza factos do passado, para se entender o presente.
A História é uma ciência evolucionista, tendo duas linhas orientadoras – o tempo e o lugar (privilegiando-se sempre a civilização ocidental, a Europa), que não são mais do que uma relativização ou uma particularidade da ciência histórica.
A História utiliza duas técnicas para construir a sua ciência – heurística e a hermenêutica. A heurística é a avaliação do que é falso ou
…exibir mais conteúdo…

A agricultura permitiu a sedentarização, bem como, a domesticação de animais que serviram como “máquinas de produção”. Estes dois aspectos permitiram a fixação de povos ao lado sobretudo de rios, e que estes ganhassem territórios.

Os Doris, Aqueus, Jónios, éolios são junções tribais que deram origem à civilização grega. Da Grécia, podemos considerar que a ciência, a filosofia e o modo de pensar são as suas principais fontes de herança.

Os Gentes e Cúrias (evoluções tribais de eruscos, sabinos e latinos) são tribos que dão origem à civilização romana. A romo herdou-se sobretudo a organização publica e militar, bem como, o Direito (dura Lex, Sed Lex).

Netas duas civilizações desenvolveu-se com relevância a metalurgia para a obtenção de ferramentas para a agricultura. Mais tarde para o desenvolvimento de utensílios de guerra (armas) para assim povos serem subjugados a outros, e haver o tão pretendido alargamento de território. Inicia-se assim os primórdios da Economia de Guerra.
A estratificação social era do tipo piramidal, isto é, na base estão os submissos, no topo está a governação. A escrita foi extremamente importante pois permitiu o controlo da Agricultura, bem como a possibilidade da existência da burocracia.

Em Atenas, existiam três tipos de estratos, todos sob a influência da herança de sangue (origina a organização esclavagista):
O cidadão, homem, com plenos direitos, grego;
O Meteco, homem

Relacionados

  • Karl marx, critica da economia politica
    3729 palavras | 15 páginas
  • Fiscalidade
    17727 palavras | 71 páginas
  • Porto de estância: apontamentos históricos sobre sua existência
    6077 palavras | 25 páginas
  • As diferentes abordagens do conceito de território
    2714 palavras | 11 páginas
  • A história do movimento negro
    889 palavras | 4 páginas
  • A Vida Cotidiana na Roma Antiga
    1679 palavras | 7 páginas
  • analise de PESTEL da EMBRAER
    1330 palavras | 6 páginas
  • Resenha: livro o seringal e o seringueiro de cezar arthur reis
    1630 palavras | 7 páginas
  • O materialismo histórico dialético
    1222 palavras | 5 páginas
  • Serviço social na contemporaneidade
    1706 palavras | 7 páginas