Aristotoles

1763 palavras 8 páginas
Aristóteles - “Um dos maiores filósofos de todos os tempos”

Filosofo grego, nascido em Estagiaria, na Macedônia, em (384 a.C.) e morreu em (322 a.C.). Seus pensamentos filosóficos e idéias sobre a humanidade têm influenciado significativamente na educação e nos pensamentos ocidental contemporâneo. Aristóteles é considerado o criador do pensamento lógico. Suas obras influenciaram também na teologia medieval da cristandade. Foi ao lado de Platão, um dos mais expressivos filósofos gregos da antiguidade. Há informações de que teria escrito mais de uma centena de obras, sobre os mais variados temas, das quais restam apenas 47, embora nem todas de autenticidade comprovada.

Biografia e linha de pensamento filosófico

Filho de
…exibir mais conteúdo…

Há, portanto, princípios intrínsecos e extrínsecos que levam os seres aos movimentos, à passagem da potencia ao ato. Esses princípios são o que o filosofo denominou causas. Aristóteles distinguiu quatro tipos de causas fundamentais: • Causa Material – refere-se à matéria de que é feita uma coisa. Exemplo: o mármore, ferro que era utilizado na confecção de uma estátua; • Causa formal – refere-se à forma, à natureza especifica, `configuração de uma coisa, tornando-a “um ser propriamente de uma coisa”. Exemplo: uma faca de ferro. • Causa eficiente – refere-se ao agente, àquele que produz diretamente uma coisa, transformando a matéria em uma forma. Exemplo: as mãos de um ferreiro, ou um escultor de estátua. • Causa final – refere-se ao objetivo, à intenção, à finalidade ou a razão de ser de uma coisa. Exemplo: a faca para cortar carne, a intenção de exaltar a figura do soldado ateniense feita por um escultor.

Para Aristóteles a causa final é a mais importante de todas, pois é ela que articula todas as outras causas. Aristóteles também refletiu sobre a questão da origem do mundo. Para ele, o mundo é eterno, isto é, nunca teve um principio e nunca terá um fim, tendo em vista que as próprias noções de principio e de fim contrariam sua concepção de movimento. Aristóteles define o ser humano como ser racional e considera a atividade da

Relacionados

  • Historia da ciencia e universidades
    942 palavras | 4 páginas
  • O conhecimento científico: evolução histórico.
    3042 palavras | 13 páginas
  • Período pré-socrático e clássico
    2747 palavras | 11 páginas
  • CAPÍTULO III As concepções da verdade - Marilena Chaui
    2199 palavras | 9 páginas