Arquitetura de engenho no brasil

1217 palavras 5 páginas
ENGENHOS de açúcar no Brasil

Antonio Carlos De Lara Fortes

Aula baseada no Livro:
Antigos ENGENHOS de açúcar no Brasil

FERNANDO TASSO FRAGOSO PIRES.
HISTORIA

GERALDO GOMES.
ESTUDO ARQUITETÔNICO

O CICLO DO AÇUCAR
Fernando Tasso Fragoso Pires





Fonte: Hugo Araújo

O descobrimento do Brasil no seu primeiro século se confunde com a Historia do açúcar Precedendo o do ouro no
Século XVIII e do café no século XIX.
A casa de engenho foi modelo para fazenda de cacau, fazenda de café e de estâncias. •





O descobrimento de caminhos marítimos XV permitiu Portugal dominar o comercio de especiarias; O açúcar era artigo de farmácia, caro, ao alcance de uns poucos abastardo. Era um presente delicado, ofertado em pequenas porções , dele se alardeavam virtudes terapêuticas; Experiências nas Ilhas da
Madeira, Açores e São Tomé;








Final do Século XV- Principal
Produto Lusitano era o açúcar. Instalação oficial foi em 1535 com a divisão da Colônia em capitanias hereditárias foram trazidas mudas da ilha da madeira e foram plantadas deste Pernambuco a São
Vicente.
Duarte Coelho foi o donatário de Pernambuco e escreveu normas para convívio. Em poucos anos já produzia açúcar, tabaco e algodão.
O sucesso de Pernambuco se deu pelo excelente qualidade do solo e ao adequado sistema de chuvas além da posição geográfica









Tomé de Sousa assume como governador geral em

Relacionados

  • Apresentação a intervenção Teatro do Engenho Central Piracicaba
    1157 palavras | 5 páginas
  • Técnicas Construtivas - Brasil Colônia
    2368 palavras | 10 páginas
  • Engenho Central Piracicaba - Arquitetura
    897 palavras | 4 páginas
  • Arquitetura Colonial no Brasil
    852 palavras | 4 páginas
  • Emancipação politica de alagoas
    1235 palavras | 5 páginas
  • uma nova abordagem para arquitetura brasileira
    4116 palavras | 17 páginas
  • Armação de telhados
    4136 palavras | 17 páginas
  • Fichamento casa grande & senzala
    1612 palavras | 7 páginas
  • Resenha Crítica - Arquitetura - A transformação do Espaço
    957 palavras | 4 páginas