Arte contemporânea: uma revolução nos conceitos das artes visuais

3197 palavras 13 páginas
ARTE CONTEMPORÂNEA: UMA REVOLUÇÃO NOS CONCEITOS DAS ARTES VISUAIS

SONIA MENDES[1]

RESUMO

Este artigo aborda a necessidade do estudo da arte contemporânea, para o desenvolvimento da compreensão nos processos híbrido presentes nas produções artísticas contemporâneas, sobre a linguagem e comunicação das imagens desde a época das cavernas e, também sobre o processo criativo. Estuda as características da Arte Contemporânea na qual o processo de criação é mais importante do que o resultado final, tanto quanto o produto, provocando mudanças nas relações entre o objeto estético e o sujeito, entre o artista e o espectador. O conceito de hibridismo faz referencia, principalmente, a mudança das manifestações contemporâneas que estão relacionadas aos contextos sócio/culturais, desde a arte moderna até hoje na contemporaneidade onde os artistas produzem o hibridismo cultural, agregando técnicas que geram novas estruturas, e objetos que muitas vezes causam estranheza no observador.

PALAVRAS CHAVES: ARTE CONTEMPORANEA – PROCESSOS DE HIBRIDEZ, CRIAÇÃO, CONTEXTOS

1 INTRODUÇÃO

Esse artigo aborda a necessidade do estudo da arte contemporânea, para o desenvolvimento da compreensão dos processos híbridos presentes nas produções artísticas, desde quando o Cubismo de Picasso desencadeou uma nova construção do olhar, despertando a construção de métodos e técnicas que não obedecem mais as fronteiras de formato ou linguagem. Pode-se dizer então que a arte é um território sem

Relacionados

  • artes visuais unopar
    9828 palavras | 40 páginas
  • ARTES VISUAIS
    1741 palavras | 8 páginas
  • Mestiçagem na arte contemporânea: conceitos e desdobramentos: icleia borsa cattani
    1391 palavras | 6 páginas
  • Linguagem artistica - artes visuais a importância das artes na educação infantil
    2698 palavras | 11 páginas
  • Arte Contemporanea
    1174 palavras | 5 páginas
  • Arte Contemporânea
    1891 palavras | 8 páginas
  • Resumo: arte contemporânea: uma história concisa micheael archer
    1408 palavras | 6 páginas