Artesanato Nordestino

876 palavras 4 páginas
Artesanato Nordestino
Os primeiros artesãos surgiram no período neolítico (6.000 a.c) quando ohomem aprendeu a polir a pedra, a fabricar a cerâmica e a tecer fibras animais e vegetais. No Brasil, o artesanato também surgiu neste período.
Podemos pensar nos índios como os nossos mais antigos artesãos, já que, quando os portugueses descobriram o Brasil, encontraram aqui a arte da pintura utilizando pigmentos naturais, a cestaria e a cerâmica - sem falar na arte plumária, isto é, cocares, tangas e outras peças de vestuário ou ornamentos feitos com plumas de aves.
O artesanato brasileiro é um dos mais ricos do mundo e garante o sustento de muitas famílias e comunidades. O artesanato faz parte do folclore e revela usos, costumes, tradições e características de cada região.
O artesão é aquele que, através da sua criatividade e habilidade, produz peças de barro, palha, tecido, couro, madeira, papel ou fibras naturais, matérias brutas ou recicladas, visando produzir peças utilitárias ou artísticas, com ou sem uma finalidade comercial. Ele trabalha sozinho ou com assistentes e tanto pode fazer peças únicas como trabalhos em série, contando ou não com a ajuda de ferramentas e mecanismos rudimentares ou semi-industriais.
São artesãos e artesãs: talhadores, gravadores, escultores, pintores, ceramistas, rendeiras, bordadeiras, tecelãs, aqueles que criam instrumentos musicais, bijuterias e peças de madeira para uso diário, cestas, gamelas, colchas de retalhos e brinquedos, entre outras

Relacionados

  • Projeto feira de artesanato
    1284 palavras | 6 páginas
  • Markting loja doces nordestinos
    1520 palavras | 7 páginas
  • IDENTIDADE SOCIAL DO NORDESTINO
    2132 palavras | 9 páginas
  • Artesanato Idade Media
    589 palavras | 3 páginas
  • Artesanato de Palha
    1734 palavras | 7 páginas
  • Projeto Artesanato
    1191 palavras | 5 páginas
  • Memória do violão nordestino
    1036 palavras | 5 páginas
  • PROJETO DE ARTESANATO NA ESCOLA
    613 palavras | 3 páginas
  • Mulheres Seringueiras: empates e artesanatos.
    1869 palavras | 8 páginas