As Bacantes

3483 palavras 14 páginas
ANÁLISE

AS BACANTES DE EURÍPEDES

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo analisar As Bacantes, obra-prima da tragédia grega escrita por Eurípedes e, ao mesmo tempo, considerada o mais importante documento que temos sobre os cultos dionisíacos.

Protagonizada pelo próprio deus Dioniso, a tragedia narra o retorno da divindade ao Ocidente, a fim de fazer-se reconhecer pelos tebanos enquanto deus e propagar seus cultos entre os gregos. Dioníso também quer vingar-se da linhagem cadmiana, à qual pertencia sua mãe, Sêmele, por terem-no renegado enquanto filho legítimo da princesa com Zeus.

Ao contrário da maioria das tragédias escritas pelo autor, que giram em torno de elementos piscológicos, levando as questões dos deuses a um plano totalmente secundário, As Bacantes vai em um movimento contrário, tendo toda sua trama desenvolvida a partir dos conflitos vivenciados por um deus renegado no retorno à sua terra natal.

Ou seja, a abordagem de significações religiosas, juntamente com uma estruturação mais tradicionalista do texto trágico, fazem da obra uma exceção no trabalho do poeta. Não podemos deixar de notar, por exemplo, a presença forte do coro na

Relacionados

  • Análise de "Navio Negreiro" e "Canção do Exílio"
    3223 palavras | 13 páginas
  • O positivismo na poesia
    9326 palavras | 38 páginas