As linhas de pesquisa no serviço social

2899 palavras 12 páginas
As linhas de pesquisa no Serviço Social

O assistente social desenvolve várias ações em seu cotidiano de trabalho. Uma delas é a pesquisa, que é utilizada tanto para o conhecimento da realidade social em suas intervenções, assim como para a construção de projetos sociais ou mesmo para projetos de pesquisa (na elaboração de teses ou artigos com temas específicos).

O Positivismo e o Funcionalismo A Fenomenologia O Materialismo Histórico-Dialético

O Positivismo e o Funcionalismo

O Positivismo e o Funcionalismo

Augusto Comte (1798 – 1857) nasceu em Montpellier, na França. Em 1814, ele foi para Paris onde obteve formação matemática e científica. Comte viveu em um período de transformação econômica, na mudança da ordem feudal
…exibir mais conteúdo…
Pensa o mundo e a sociedade como se fosse um organismo vivo que precisa de todos os órgãos para seu funcionamento perfeito: se um deles não funcionar bem, compromete sua funcionalidade.

Para isso há a coação das práticas humanas

Vislumbra um método de pesquisa social que legitima o sistema capitalista, impossibilitando qualquer transformação societária.

Para Durkheim: É tarefa do positivista explicar aos estudantes que os fenômenos psíquicos e sociais são fatos como os outros, como os fatos naturais, são submetidos a leis que a vontade humana não pode perturbar. Como os fatos sociais não dependem da vontade humana, por conseqüência as revoluções, no sentido próprio da palavra, são tão impossíveis quanto os milagres. (DURKHEIM apud LOWY, 2003, p.
45).

O Funcionalismo também não concebe a historicidade, em que os homens fazem história e modifica-se através e com ela.

Concebe que a sociedade está pronta e acabada, isto significa que ela é imutável, já está completa e não admite possibilidade de alteração. É uma teoria que mantém o status quo. O método não tem nada de revolucionário, pois considera os fatos sociais como coisas cuja natureza não pode ser modificada pela vontade humana.

Durkheim coisifica as relações sociais e afirma que o intuito funcionalista é apenas conhecer os fatos, justificá-los e não analisar sua

Relacionados

  • violencia contra o idoso no texto familiar
    1963 palavras | 8 páginas
  • Resenha: a análise institucional no processo de renovação do serviço social no brasil. (texto saúde mental e serviço social – o desafio da subjetividade e da interdisciplinaridade) josé augusto bisneto.
    1278 palavras | 6 páginas
  • projeto de pesquisa em serviço social
    2367 palavras | 10 páginas
  • pre projeto
    1992 palavras | 8 páginas
  • Compreensão do positivismo e funcionalismo
    1900 palavras | 8 páginas
  • Metodologias de atendimento à família: o fazer do assistente social
    6856 palavras | 28 páginas
  • Mobilidade Urbana e Exclusão Social
    2312 palavras | 10 páginas
  • Endomarketing
    1813 palavras | 8 páginas
  • ANÁLISE DO ARTIGO POBREZA NO BRASIL CONTEMPORÂNEO E FORMAS DE SEU ENFRETAMETNO DE MARIA CARMELITA YAZBECK
    2083 palavras | 9 páginas
  • Modelo plano de negócios
    2151 palavras | 9 páginas