As virtudes e o resumo do filme de O conde de Monte Cristo

1536 palavras 7 páginas
A virtude é uma disposição habitual e firme para fazer o bem. As virtudes podem ser cardeais ou teologais. As cardeais, ou humanas, são virtudes essenciais que nós cultivamos e usamos para conviver bem com as outras pessoas; Nossa família, amigos,comunidade,enfim, no mundo. As virtudes cardeais são centrais, fundamentais, orientadoras, morais. São em número de quatro: Prudência, Justiça, Fortaleza e Temperança. Estas têm como objeto os bons atos humanos.
As virtudes teologais são: a Fé, a Esperança e a Caridade. São chamadas teologais porque não são produtos de um habito, pois o homem não as adquire através do seu próprio esforço. E tem como objeto Deus. Quando recebemos o sacramento do batismo é infundido em nos a graça santificante,
…exibir mais conteúdo…
Ou seja, é a negação ou domínio de si mesmo.
A prudência quem também é uma virtude cardeal é visualizada quando Edmond conhece o religioso e sábio Faria que lhe promete em troca de cavar o túnel com ele, ensinar tudo o que aprendeu na vida, filosofia, matemática e etc. E fato ele aprende realmente tudo o que lhe foi ensinado. A prudência é o reto agir, o bom senso, o equilíbrio. Cuida do lado prático da vida, da ação correta e busca os meios para agir bem. Prudência é o mesmo que sabedoria, previdência e providente. É pessoa que abandona as preocupações e abraça as soluções. Deixa as ilusões e opta pelas decisões. Rejeita as omissões e se empenha nas ocupações. A prudência coloca sua atenção na preparação dos fatos e eventos e nunca na precipitação nem no amadorismo ou improvisação. É aquela virtude que permite ao entendimento reflexionar sobre os meios conducentes a um fim racional.
A esperança, que é uma virtude teologal, mostrada no momento em que Edmond, preso inocentemente há bastante tempo, tenta suicídio. Atenta contra a própria vida se enforcando, na tentativa de acabar com todo o sofrimento que esta vivendo. Mas quando percebe uma frase inscrita na parede de sua cela, que diz: “O Senhor lhe fará justiça”. Ele desiste do mal que estava cometendo contra si mesmo. Apesar de bastante sofrido, sem forças para viver e sem enxergar um modo como poderia sair daquela situação, no fundo do seu ser acreditava e esperava que sua vida pudesse

Relacionados

  • ASTROLOGIA DOS CIGANOS
    13851 palavras | 56 páginas