Atuação do enfermeiro no ensino técnico

11152 palavras 45 páginas
12

1.0 INTRODUÇÃO
1.1 Histórico da enfermagem na educação e legislação
A formação do profissional de enfermagem no ensino médio teve seu início em 1942 com o surgimento de hospitais que também tinham a função de escola.
Para exercer a assistência direta ao paciente com habilidades técnica e manual viuse a necessidade de formação e contratação de profissionais de enfermagem especializados e preparados, dando inicio assim a formação profissionalizante em enfermagem, visto que no período mencionado os enfermeiros eram encarregados de atividades caracterizadas como administrativas.
De acordo com a Lei 2822/56 em seu artigo 1º (BRASIL, 1956, p.1) regulamenta a titulação de auxiliar de enfermagem, bem como a lei 7948/86 em seu
…exibir mais conteúdo…
47).
No ano de 2000, foi criado o Projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área de Enfermagem (PROFAE) com a proposta pelo Ministério da Saúde de melhorar a qualidade da assistência prestada pelos profissionais de enfermagem

14

nas unidades que compõe o Sistema Único de Saúde. “Três fatores foram decisivos para que a implementação do PROFAE fosse reconhecida, no circuito acadêmico e de serviços, como uma iniciativa de grande significado social: falta de qualificação dos trabalhadores que atuavam nos múltiplos espaços e ações de Saúde, no campo da Enfermagem, risco de desemprego em conseqüência do exercício ilegal da profissão e o risco a que a população estava submetida pela baixa qualidade das ações desempenhadas por estes trabalhadores.” (BRASIL, p. 2, 2006).
Os cursos de Licenciatura em Enfermagem, Formação Pedagógica ou
Docência para Educação Profissional de Nível Técnico na Área da Saúde levam o enfermeiro a uma formação complementar a universitária com conhecimento em didáticas e práticas pedagógicas adequadas. Na competência adquirida do docente esses conhecimentos são fundamentais para que se formem profissionais de nível médio capacitados a atender as necessidades diárias decorrentes de suas funções
(MAISSIAT; CARRENO, 2010, p. 69).
Deve-se ainda observar a Portaria COREN-SP/DIR/26/2007 que Disciplina a obrigatoriedade do Enfermeiro comprovar

Relacionados

  • O papel do enfermeiro na equipe multidisciplinar
    2763 palavras | 12 páginas
  • História da enfermagem ( período florence)
    1536 palavras | 7 páginas
  • A importância da atuação do enfermeiro frente a pcr
    4068 palavras | 17 páginas
  • UTI ADULTO, PRONTO SOCORRO ADULTO E APH
    3313 palavras | 14 páginas
  • ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA CLASSIFICAÇÃO DE RISCO SISTEMA MANCHESTER
    4423 palavras | 18 páginas
  • enfermagem na pcr
    6218 palavras | 25 páginas
  • Historia da enfermagem no brasil e no mundo
    1053 palavras | 5 páginas
  • Relatorio historia da enfermagem
    4801 palavras | 20 páginas