Autores considerados clássicos do pensamento sociologico

3181 palavras 13 páginas
AUTORES CONSIDERADOS CLÁSSICOS DO PENSAMENTO SOCIOLOGICO
1 - Auguste Comte e a filosofia positiva
A filosofia positiva de Comte nega que a explicação dos fenômenos naturais, assim como sociais, provenha de um só princípio, onde a visão positiva dos fatos abandona a consideração das causas dos fenômenos e pesquisa suas leis, vistas como relações abstratas e constantes entre fenômenos observáveis. Foi através desta forma de pensar, que Comte autor do Positivismo deu origem à sociologia, daí a importância de compreender, o pensamento deste autor.
Segundo Comte, outras ciências abstratas antes da logia, atingiram a positividade: a Matemática, a astronomia, a Física, a Química e a Biologia. Assim como nessas ciências, em sua nova ciência
…exibir mais conteúdo…
A este processo de aprendizagem, Durkheim chamou de "Socialização", a consciência coletiva seria então formada durante a nossa socialização e seria composta por tudo aquilo que habita nossas mentes e que serve para nos orientar como devemos ser sentir e nos comportar. E esse "tudo" ele chamou de "Fatos Sociais", e disse que esses eram os verdadeiros objetos de estudo da Sociologia. Porém nem tudo que uma pessoa faz é um fato social, para ser um fato social tem de atender a três características: generalidade, exterioridade e coercibilidade. Isto é, o que as pessoas sentem, pensam ou fazem independente de suas vontades individuais, é um comportamento estabelecido pela sociedade.
O mérito de Durkheim aumenta ainda mais quando publica seu livro "As regras do método sociológico", onde define uma metodologia de estudo, que embora sendo em boa parte extraída das ciências naturais, dá seriedade à nova ciência. Era necessário revelar as leis que regem o comportamento social, ou seja, o que comanda os fatos sociais. Em seus estudos, os quais serviram de pontos expiatórios para os inícios de debates contra Gabriel Tarde ele concluiu que os fatos sociais atingem toda a sociedade, o que só é possível se admitirmos que a sociedade seja um todo integrado. Se tudo na sociedade está interligado, qualquer alteração afeta toda a sociedade, o que quer dizer que se algo não vai bem a algum setor da sociedade, toda ela sentirá o efeito. Partindo deste raciocínio ele desenvolve dois dos seus

Relacionados

  • Sociologia clássica, Marx, Durkheim e Weber de Carlos Eduardo Sell
    1710 palavras | 7 páginas
  • Resenha crítica sore montesquieu - etapas do pensamento sociológicos
    1282 palavras | 6 páginas
  • Introdução a sociologia
    1876 palavras | 8 páginas
  • Resumo sobre as origens da sociologia
    1514 palavras | 7 páginas
  • Evolução historica da sociologia
    2231 palavras | 9 páginas
  • A importância do legado de florestan fernandes
    5249 palavras | 21 páginas
  • Surgimento da sociologia, weber, marx e durkheim
    2216 palavras | 9 páginas
  • Unidade web 1 a 5 antropologia
    7532 palavras | 31 páginas
  • Sobre a metodologia científica e a superação do senso comum
    1234 palavras | 5 páginas
  • Resenha Livro As aventuras de Karl Marx contra o Barão de Münchhausen
    2922 palavras | 12 páginas