Biblioteca de Santo Domingo em Medellín: debate a arquitetura atual na Colômbia Benjamin Barney Caldas

2001 palavras 9 páginas
Biblioteca de Santo Domingo em Medellín: debate a arquitetura atual na Colômbia
Benjamin Barney Caldas

Parque e Biblioteca Espanha, vista externa [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, corte [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, corte [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, planta [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, implantação [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, vista interna [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, vista acesso [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, detalhe externo [Foto divulgação BIAU]

Parque e Biblioteca Espanha, Escritório de Arquitetura Giancarlo Mazzanti & Arquitectos Ltda., Medellín,
…exibir mais conteúdo…
Todas estas “inovações” de Mazzanti deixam claro que para alguns de “nossos” arquitetos, o mais representativo de “nossa” arquitetura deve ser a copiada das modas européias já passadas de moda que nos chegam em suas revistas de exportação, sem importar-se com as radicais diferenças geográficas e históricas que existem.

A boa arquitetura não se pode globalizar, e, como insistiu Salmona, não é somente arte. Também é função e técnica, mas, paradoxalmente, sua frivolidade atual se dá quando o avanço construtivo e a proliferação de novos materiais tornaram possível nos edifícios o paradigma de Marcel Duchamp, de que é a vontade do artista o que torna arte qualquer coisa, como seu famoso urinol, que iniciou a arte conceitual. Por isso Ernest Gombrich diz que a arte não existe, e sim somente os artistas que propõem novos problemas ou os desenvolvem; mas muitos deles, no afã da mudança geracional, da qual também ele fala (Historia da Arte,1949), o tomaram literalmente apesar de que com apenas o propor não basta, e muito menos em arquitetura. Evidentemente isto tem graves conseqüências, pois estamos danificando nossas cidades com os edifícios triviais, impertinentes e extemporâneos que, em general, estamos fazendo.

Mas somente com crítica, teoria e história se fará um debate culto e amplo; e daí frutífero. A democracia verdadeira é, sobretudo cultural e não apenas política. É o que permite que os cidadãos convivam pacifica e estimulantemente ao

Relacionados