Bioética, dor e sofrimento

5386 palavras 22 páginas
Bioética, dor e sofrimento

José Paulo Drummond

"A dor não surge apenas por estimulação periférica, mas também por uma experiência da alma, que reside no coração".
Platão

A bioética originou-se das questões concretas, relacionadas à vida, em geral, e suscitadas, recentemente, dentro das áreas médica, ecológica e social, em função dos respectivos desenvolvimentos. Na medicina, surgiram situações existenciais que exigiam ampla abordagem, ultrapassando os limites de uma visão especializada. Entre essas questões, podemos citar aquelas relacionadas à genética, à reprodução humana, aos transplantes de órgãos, ao aborto, à cirurgia fetal, à qualidade de vida, à reanimação, ao direito de morrer, à repressão psiquiátrica, à pesquisa etc. Em outras palavras, as decisões clínicas, em certas circunstâncias, tornaram-se tão multifacetadas que, parafraseando um dito famoso relativo à guerra e aos militares, a medicina transformou-se então em algo demasiado complexo para ser discutida apenas por médicos. A fim de se evitar um reducionismo profissional, verificou-se a necessidade de um diálogo pluridimensional e interdisciplinar, entre peritos e leigos, o que constitui a própria essência e metodologia de trabalho da bioética.

PRINCÍPIOS DA BIOÉTICA A bioética pode ser definida como "o estudo sistemático da conduta humana no âmbito das ciências da vida e da saúde, enquanto esta conduta é examinada à luz de valores e princípios morais" (1). Quem cunhou o termo, embora

Relacionados

  • Eutanasia e Distanasia
    3417 palavras | 14 páginas
  • Eutanásia
    5462 palavras | 22 páginas
  • Bioética - Filósofos
    1668 palavras | 7 páginas
  • Distanásia
    1428 palavras | 6 páginas
  • Etica Aplicada na Fisioterapia
    1663 palavras | 7 páginas
  • Atitude ética do psicólogo nos casos de eutanasia e distanasia
    2456 palavras | 10 páginas
  • Resenha - Educação para a Morte
    2346 palavras | 10 páginas
  • Bioética e suas implicações nas novas tecnologias
    5625 palavras | 23 páginas
  • Eutanásia: da evolução histórica às implicações jurídicas
    10213 palavras | 41 páginas
  • Slide sobre a eutanásia
    858 palavras | 4 páginas