Biologia Marinha

3392 palavras 14 páginas
Biologia marinha
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Biologia marinha é o estudo dos organismos que vivem em ecossistemas de água salgada e das relações entre eles e com o ambiente1 .
Os oceanos cobrem mais de 71% da superfície da Terra e, assim como o ambiente terrestre é diverso, os oceanos também o são. Por isso encontramos as mais diferentes formas de vida no mar, desde o plâncton microscópico, incluindo o fitoplâncton, de enorme importância para a produção primária no ambiente marinho, aos gigantes cetáceos como as baleias.
Índice [esconder]
1 Classificação dos organismos marinhos
1.1 Plâncton
1.2 Bentos
1.3 Nécton
2 Microrganismos
2.1 Fitoplâncton
2.1.1 Diatomáceas
2.1.2 Cianofíceas
2.2 Fitobentos
2.2.1 Macroalgas
2.2.2 Ervas marinhas
2.2.3 Microfitobentos
3 Protozoários e animais marinhos
3.1 Zooplâncton
3.2 Invertebrados marinhos
3.2.1 Invertebrados bentônicos
3.2.2 Invertebrados nectônicos
3.3 Peixes
3.4 Mamíferos marinhos
4 Fatores de distribuição de organismos marinhos
5 Principais ecossistemas marinhos
5.1 Zona costeira
5.1.1 Praias
5.1.2 Planícies de ervas marinhas
5.1.3 Manguezais ou mangues e marinhas
5.1.4 Estuários
5.1.5 Costões rochosos
5.2 Plataforma continental
5.3 Recifes
5.4 Talude continental
5.5 Zona profunda ou abissal
6 Perspectivas
7 Notas e referências
8 Ver também
Classificação dos organismos marinhos[editar | editar código-fonte]

Geralmente se agrupam os organismos marinhos em função do seu

Relacionados

  • Sensoriamento remoto aplicado a biologia marinha
    8831 palavras | 36 páginas
  • Bioluminescência de bactérias
    969 palavras | 4 páginas
  • Biologia: Moluscos e Equinodermos
    1085 palavras | 5 páginas
  • Importância economica das macroalgas
    1033 palavras | 5 páginas
  • economia azul
    1006 palavras | 4 páginas
  • Poriferos e Cnidarios
    1698 palavras | 7 páginas
  • Fitogeografia
    1434 palavras | 6 páginas
  • Geomorfologia Costeira
    1209 palavras | 5 páginas