Bola suíça - beate carriére

3614 palavras 15 páginas
Bola Suíça
São bolas de diversos diâmetros e diversas cores, que já vem sendo usadas na fisioterapia no tratamento neuroevolutivo há cerca de 40 anos. Sendo úteis no tratamento de pacientes em todas as áreas da fisioterapia, inclusive distúrbios ginecológicos. Podem ser aplicadas na clínica ambulatorial, tanto em situações de tratamento agudo como nas unidades de terapia intensiva.
A Bola suíça pode ser utilizada na avaliação das deficiências de força, mobilidade, equilíbrio, coordenação e também na terapia manual. O terapeuta utiliza a bola para lidar com o peso do paciente, ajudá-lo nos exercícios ativos, avaliar e treinar seu equilíbrio e estimular o sistema sensório-motor.
Usando a bola suíça para os exercícios, os sistemas no
…exibir mais conteúdo…
Para ser capaz de corrigir os exercícios e adaptar o equipamento às necessidades do paciente, o terapeuta precisa desenvolver a habilidade da observação minuciosa; Observar os pontos de contatos do paciente dom relação ao ambiente, julgar a distribuição de peso corporal que pode afetar os exercícios, corrigir o desempenho do exercício mudando a base de suporte, identificar movimentos evasivos observando os pontos críticos e corrigi-los, instruir a correção do exercício mudando as distâncias corpóreas (Incisura esternal - queixo; sínfise púbica - umbigo, umbigo - processo xifóide; pés - joelhos; articulação acromioclavicular - lobo da orelha). Ao observar o movimento, é muito importante identificar onde ele começa e onde termina.
A consciência da atividade muscular é importante para planejar e analisar os exercícios. Há vários estados de atividade muscular: * Função de Parada, a atividade muscular é baixa e econômica. Existe apenas atividade muscular suficiente para manter a posição do corpo sem causar qualquer esforço. É uma posição de cadeia fechada sem co-contração; usada para iniciar um exercício. * Função de Suporte, a atividade muscular é intensa e econômica. É uma

Relacionados