Brocardos juridicos

2480 palavras 10 páginas
O que é um brocardo?Brocardo é uma sentença, um provérbio, na definição de Aurélio Buarque de Hollanda Ferreira. Seria, portanto, algo dito de modo conciso, que espelha uma verdade, ou algo que, naquele espaço e tempo, a isso se igualaria. Origem De acordo com o Dicionário Jurídico Brasileiro, compilado por Marcos Cláudio Acquaviva, a palavra 'brocardo', curiosamente, não tem origem latina. É o resultado da latinização do nome de Burckard, um jurista que era bispo da cidade inglesa de Worms no século XI, e que foi o compilador de vinte volumes de regras de direito eclesiástico, tornando-se assim um padrão de formulação jurídica também no direito não eclesiástico.Os brocardos jurídicosOs brocardos resumem uma secular experiência jurídica, semelhante aos provérbios e ditados populares, que encerram a sabedoria de uma comunidade. Embora não tenham força de lei, sua credibilidade serve de orientação para o intérprete e o estudante no momento de compreender e aplicar a norma. O fato de serem escritos, originariamente, em latim se deve a esta tradição do direito ser escrito nesta língua desde os romanos, passando pelo direito eclesiástico.Os brocardos acumulam também indiscutível conteúdo didático, ao sintetizarem em poucas palavras um conceito universalmente aceito. Como toda definição, eles não podem ser entendidos estritamente, mas precisam sempre ser ajustados às situações concretas, sobretudo tendo-se em conta o grande dinamismo das relações sociais que fundamentam as

Relacionados

  • Brocardos juridicos
    3336 palavras | 14 páginas
  • Brocardos juridicos
    3381 palavras | 14 páginas
  • Linguagem juridica
    841 palavras | 4 páginas
  • Homo juridicus
    1566 palavras | 7 páginas
  • Hermenêutica interpretação do direito (miguel reale)
    1917 palavras | 8 páginas
  • Atributos da Linguagem Jurídica
    6139 palavras | 25 páginas
  • Princípios da insignificância nos crimes de menor potencial ofensivo
    1644 palavras | 7 páginas
  • Objeto e finalidade do estudo do direito
    860 palavras | 4 páginas
  • Requisitos para pleitear o habeas corpus
    839 palavras | 4 páginas