Budweiser- target, preço e concorrência

1613 palavras 7 páginas
BUDWEISER
Target
A Budweiser tem a proposta de atrair jovens das classes A e B que não contavam com uma marca voltada para seu estilo de vida. "A ascensão da classe C puxa o movimento. Quanto mais pessoas passarem a consumir as cervejas que esses consumidores compravam, mais eles buscarão exclusividade", disse Adalberto Viviani, diretor da consultoria especializada em bebidas Conceptnet.
A cerveja entrou no Brasil com a proposta de atuar no segmento de cervejas Premium, com as estratégias de concorrência a preço que serão especificadas a seguir.
Concorrência
Segundo dados do site da Exame online ( www.exame.com, disponível no referencial bibliográfico) no fim de março a cerveja Budweiser conquistou 11,5% do mercado premium, se aproximando dos 12,3% obtidos pela rival holandesa Heineken.
Em nota, a Heineken, limitou-se a saudar a chegada de uma nova entrante no mercado, afirmando que as marcas não seriam concorrentes diretas por não estarem presentes no mesmo segmento.
Mencionando-se o volume total comercializado no país, a marca segue com 0,4%, contra 0,5% da Heineken. Esse é um volume muito grande conquistado num curto espaço de tempo, pois, para se ter uma base de comparação, a cerveja belga Stella Artois está há quase sete anos no país e tem um volume comercializado de apenas 0,2%.
Porém há uma diferença: a Stella Artois tem um apelo mais adulto e ligado a gastronomia, enquanto a Heineken e a Budweiser tem, como dito acima, a proposta de atrair jovens das classes

Relacionados

  • Cadeia Produtiva Cerveja
    1354 palavras | 6 páginas
  • Estratégias de marketing - heineken
    16061 palavras | 65 páginas